Porto Itapoá completa cinco anos de operação Imprimir E-mail
Porto Itapoá
Qui, 16 de Junho de 2016 12:32

O Porto Itapoá, completa nesta quinta-feira (16/06) cinco anos de operação, consolidando a sua posição de ser um dos maiores e mais eficientes Terminais Portuários do País. Localizado na Baía da Babitonga, no litoral norte catarinense, Itapoá é hoje o sexto maior terminal brasileiro em movimentação de contêineres brasileiro, de acordo com dados da ANTAq (Agência Nacional de Transportes Aquaviários).

Com localização privilegiada, próximo a grandes centros produtores, como Curitiba e Joinville, e servido por eficiente malha rodoviária, que lhe garante um importante diferencial logístico, o porto tem como acionistas a Portinvest (Grupo Batistella e a Logz Logística Brasil S/A) e a Aliança Navegação e Logística.

Em 2015, Itapoá registrou um aumento de 14,50% no volume de cargas, com um total de 548.463 TEUs (medida padrão para contêineres) movimentados, contra 478.982 TEUs em 2014.O crescimento das operações de Itapoá,desde de junho 2011, foi tão relevante que o projeto de expansão do terminal está em marcha, dependendo exclusivamente do licenciamento ambiental final, o que deve ocorrer ainda em 2016. Pelo projeto de expansão o porto terá capacidade para movimentar 2 milhões de TEUs ano.

Atualmente, o Terminal conta com cais de 630 metros de comprimento e pátio de 156 mil metros quadrados. Com a ampliação, o cais passará a ter 1.200 metros de extensão, com pátio de 450 mil metros quadrados.

Merece destaque o fato de o Terminal ter recebido dois novos portêineres em 2015. O diferencial dos novos equipamentos são as suas dimensões: 65 metros de lança, 10 a mais do que os atuais. O maior alcance permite ao Terminal operar os navios de grande porte, com largura entre 50 e 60 metros, que já operam em outros continentes, mas ainda não escalam no Brasil. Junto com os novos portêineres, Itapoá também recebeu, neste último ano, mais seis RTGs (RubbyTiredGantry), para movimentação de contêineres no pátio. O conjunto de novos equipamentos terá impacto direto na produtividade do Porto Itapoá. Outro aperfeiçoamento feito em 2015 foi a implantação de pesagem das cargas no próprio levante do RTG (guindaste utilizado para movimentar os contêineres dentro do pátio do terminal), o que agiliza os procedimentos. O Porto Itapoá foi o primeiro Terminal do Sul do Brasil a adotar este mecanismo.

Outros indicadores de performanceno ano de 2015merecem destaque. Em setembro, o terminal bateu o seu recorde de produtividade, alcançando 145,7 MPH (movimentos por hora) e 37 movimentos por equipamento (portêiner). Como consequência, Itapoá passa a ser um dos terminais portuários mais eficientes do País, e está entre os mais ágeis do Planeta, pelo critério de produtividade medida por MPH, à frente de portos reconhecidos como os melhores do mundo, entre os quais Cingapura, Hong Kong, Roterdam, e Hamburgo.

Informações do site Portogente, com adaptações do Diário de Itapoá.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar