G1: Servidores de Itapoá, no Norte de SC, entram em greve por revisão salarial Imprimir E-mail
Política
Ter, 07 de Junho de 2016 07:21

40% dos 500 servidores estão paralisados, informou o sindicato. Postos de saúde estão fechados e pronto-atendimento atende urgências. Os trabalhadores pedem reposição da inflação nos salários dos últimos 12 meses.


Os servidores municipais de Itapoá, no Norte catarinense, entraram em greve nesta segunda-feira (6). Conforme o sindicato da categoria, os trabalhadores pedem reposição da inflação nos salários e são contra o corte de 10% em gratificações do funcionalismo.

Segundo o Sindicato dos Sevidores Públicos Municipais de Joinville e Região (Sinsej), na cidade atuam 500 servidores. Até as 14h, o sindicato informou que 40% dos funcionários públicos municipais haviam aderido à greve.

Conforme o sindicato, os postos de saúde estão fechados e o pronto-atendimento da cidade atende nesta segunda apenas casos de urgência.

Nenhuma escolas municipal estava fechada até a tarde desta segunda. Entretanto, conforme o sindicato "diversos professores também aderiram à greve".

Os servidores realizam ainda nesta segunda uma reunião na Câmara dos Vereadores e deveriam discursar na Casa.

O G1 tentou contato com a prefeitura do município para saber sobre negociação e servidores paralisados, mas não teve sucesso até a publicação desta matéria.

Fonte: Site G1 - Globo, com adaptações do Diário de Itapoá.


 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar