SSP/SC anuncia sistema de videomonitoramento em Itapoá e mais duas cidades Imprimir E-mail
Política
Qui, 11 de Abril de 2013 19:00

SSP/SC anuncia sistema de videomonitoramento em Itapoá e mais duas cidades.Mais três cidades irão receber o sistema de videomonitoramento por câmeras de vigilância. Em audiência nesta quinta-feira (11), o secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba, confirmou que Itapoá, Luiz Alves e Içara receberão o sistema tão logo concluam os convênios firmados entre o Estado por intermédio da SSP (Secretaria de Segurança Pública) e o Município.

Os recursos para a ampliação do sistema em todo o Estado já estão garantidos no Pacto da Segurança. Serão R$ 10 milhões para a compra e instalação de 1 mil novos pontos de monitoramento em 100 cidades. Hoje, são 54 municípios que contam com esta ferramenta de apoio ao trabalho policial.

Segundo o secretário, uma das vantagens do sistema é inibir a prática criminosa e diminuir o tempo de resposta no atendimento às ocorrências. “Além disso, as imagens são compartilhadas com a Polícia Civil, o que facilita o trabalho de investigação”, complementa o secretário.

Para viabilizar o projeto é necessário que o município firme um convênio com o governo do Estado, através da SSP. O documento define as obrigações de cada uma das partes. "A intenção é levar o sistema para o maior número possível de cidades”, complementa Grubba. São oferecidas cinco modalidades de projetos para a instalação de seis a 10 câmeras, com valores que variam de R$ 80 a R$ 105 mil.

Pelo convênio, é de responsabilidade da SSP providenciar estudos e elaborar projeto para a instalação do videomonitoramento urbano.  Compete, ainda, ao Estado adquirir e coordenar todo o processo além de contratar a rede multimídia para a transmissão de imagens. Por fim, a SSP fica responsável pela operacionalização de todo o sistema assim como o monitoramento das imagens. Já o município se compromete em custear toda a manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos, por futuras ampliações dos pontos de videomonitoramnto, por obras necessárias para a adequação dos ambientes, onde serão montadas as centrais, e pela contratação e instalação de energia elétrica para alimentação dos pontos de monitoramento.

Participaram da audiência, o prefeito de Luiz Alves, Viland Bork e seu vice, Milton Guedert; vereador  Bertolino Bachmann; o prefeito de Itapoá, Sérgio Ferreira de Aguiar; o vice-prefeito de Içara, Sandro Giassi Serafim; representantes da CDL e Associação Comercial e Industrial de Içara; secretário-adjunto da SSP, Coronel PM Fernando Rodrigues de Menezes;  coordenador do sistema de videomonitoramento da SSP, Coronel PM Vânio Luiz Dalmarco, e os deputados Carlos Chiordini e Dóia Guglielmi.


Áreas monitoradas registram redução no número de arrombamentos


As imagens serão compartilhadas com a Polícia Civil, auxiliando na identificação de criminosos e no trabalho investigativo. Estatísticas mostram uma redução criminal em áreas monitoradas. Os arrombamentos praticados fora do horário comercial tiveram redução de 70%.  “Até o final de 2014, o objetivo é termos um total de 2.160 câmeras no Estado, ou seja 60% dos municípios catarinenses terão o sistema”, explicou o secretário Grubba. Hoje, são mais de 1,4 mil câmeras de vigilância espalhadas por todo o Estado.


Da Secretaria de Estado de Segurança Pública, com adaptação do Diário de Itapoá.Foto cedida pela Assessoria de Imprensa do deputado estadual Carlos Chiodini.


 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar