Tráfego de caminhões pesados prejudica o trânsito e o asfalto de Itapoá Imprimir E-mail
Policial
Sex, 12 de Fevereiro de 2010 06:35

A Lei Municipal Complementar Nº. 006 de 2003 (que institui o código de posturas do Município de Itapoá) regulamenta que determinadas ruas do Município poderão ser interditadas a caminhões, de acordo com o interesse público. A Prefeitura é o órgão responsável por fazer essa interdição, sendo a Polícia Militar a responsável por fazer as autuações no caso de descumprimento da lei de trânsito.

 

Na Estrada Cornelsen, próximo à beira mar, há três placas bastante visíveis quanto à proibição de caminhões acima de 10 toneladas, na sequência da via asfaltada. Tais placas obrigam esse tipo de veículo a desviar pela Rua Ceará, continuando pela Rua 410, até cair e seguir viagem pela Avenida Marechal Floriano Peixoto.

 

O Diário de Itapoá recebeu algumas denúncias (acompanhadas por fotografias) de que caminhões com peso acima do permitido estavam trafegando entre as ruas Dom Henrique I, Leonidas Pomer e Avenida Celso Ramos, no trecho entre a Barra do Saí e o Balneário Cambiju. Ao trafegar pelas vias citadas, comprovou-se a veracidade dos fatos. Trata-se de um trecho totalmente asfaltado, porém sem a infraestrutura necessária para o trânsito de veículos longos e pesados, como vem ocorrendo. Tais caminhões prejudicam seriamente o asfalto e atrapalham o trânsito dos demais veículos.

Outra questão levantada pelos munícipes que fizeram a denúncia é que, coincidentemente, a estrutura de algumas casas, próximas a esse asfalto, estão sendo danificadas, com o aparecimento repentino de pequenas rachaduras. Não há comprovação de que esses danos sejam causados por esses caminhões, mas o tema preocupa, uma vez que o tremor das portas e janelas dos imóveis é bastante intenso, quando esses veículos transitam nas proximidades.

 

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar