Inaugurada a central de monitoramento do programa Bem-Te-Vi, da Polícia Militar de Itapoá Imprimir E-mail
Policial
Ter, 08 de Março de 2016 22:53

Programa de videomonitoramento remoto proporcionará maior segurança pública através da vigilância 24h pela PM de Itapoá, com a filmagem e monitoramento em tempo real de diversos pontos estratégicos nas vias públicas de Itapoá. Além de Itapoá, outros municípios do nordeste catarinense também já contam com o programa Bem-te-vi, com destaque para Garuva, Barra Velha, Joinville e São Francisco do Sul.


Nesta terça-feira (08/03), os municípios de Garuva e Itapoá inauguraram a sua respectiva central de videomonitoramento. Com dez câmeras, padrão Full HD, com transmissão digital por rede de fibra óptica, ambas já estão em operação.

Em Itapoá, o governo do Estado de Santa Catarina, por meio da Secretaria do Estado de Segurança Pública, investiu o montante total de R$ 217.574,09.

A solenidade de inauguração teve a presença de diversas autoridades locais e estaduais, com destaque para a presença do Secretário de Estado de Segurança Pública César Augusto Grubba, o comandante geral da Polícia Militar, Paulo Henrique Hemm, o delegado geral de Polícia Civil, Artur Nitz, o Prefeito de Itapoá Sérgio Ferreira de Aguiar (PMDB), Presidente da Câmara Municipal Daniel Silvano Weber (PMDB), e demais vereadores de Itapoá.


Em seu discurso de inauguração, o Secretário de Estado de Segurança Pública César Augusto Grubba, lembrou da comemoração do Dia Internacional da Mulher, e da fundamental importância das mulheres na sociedade. A Soldada da Polícia Militar de Itapoá Daniele Cristine Soares e o Soldado Roberto Edy foram os apresentadores do programa Bem-te-vi, e fizeram uma demonstração da utilização do novo sistema.


O programa Bem-te-vi tem por objetivo ampliar a utilização do sistema de videomonitoramento das cidades catarinenses, atuando sobre três pilares estruturantes:
 
– Prevenção – com implantação de sinalização indicando as áreas vigiadas e com a presença de policiais nas centrais de monitoramento e em outros pontos estratégicos;
 
– Combate ao Crime – quando o crime foi consumado, as imagens das câmeras apontam a localização do criminoso, o que diminui consideravelmente o tempo de reposta da polícia;
 
– Investigação – as imagens captadas pelas câmeras de qualquer cidade do Estado poderão ser visualizadas pela Polícia Civil, através da internet.


Estatísticas mostram uma redução criminal em áreas monitoradas. As câmeras flagram principalmente delitos contra o patrimônio, consumo de drogas e auxiliam a polícia na identificação de pessoas suspeitas.


Do Diário de Itapoá.

Dim lights Download Embed Embed this video on your site

Matérias relacionadas:

- BEM-TE-VI: Após atraso em mais de 6 meses, Governo de SC realiza a instalação das câmeras de segurança em Itapoá

- Realizado I Fórum Regional de Cidades Digitais do Nordeste Catarinense. Projeto BEM-TE-VI é um dos destaques

- Prefeitura de Itapoá e PM tratam sobre instalação de sala de videomonitoramento

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar