Delegacia de Itapoá soluciona homicídio do adolescente Renato Gonçalves Imprimir E-mail
Policial
Sáb, 10 de Maio de 2014 23:29

VICTOR QUIRINO DE MEIRA E FELIPE DE SOUZA VANZIMO crime ocorreu na noite de 08 de abril de 2014, por volta das 23h50min, na Rua Albacora, no Balneário Brasília, em Itapoá. Na data dos fatos, o adolescente RENATO GONÇALVES, foi brutalmente assassinado com 23 (vinte e três) facadas espalhadas pela região da cabeça, pescoço e tórax.


Tão logo a DPCO de Itapoá recebeu a notícia do crime, uma equipe diligenciou até o local dos fatos e deu início às investigações. No decorrer dos dias, informações foram angariadas pelos Policiais Civis desta unidade, os quais através de intensa e criteriosa investigação conseguiram colher provas que apontaram a autoria do crime sobre as pessoas de VICTOR QUIRINO DE MEIRA, vulgo “Vitinho”, e FELIPE DE SOUZA VANZIM, vulgo “Cascavel”, conhecidos traficantes de drogas do Bairro Samambaial, que assassinaram RENATO em virtude de dívidas da vítima para com o grupo criminoso do qual fazia parte.

No dia 15/04 houve representação pela Prisão Temporária da dupla, redigida pelo Del. Gilberto Crepaldi Mondini, expediente devidamente deferido pelo Juízo local. Decisão esta que gerou a montagem de uma Operação Policial conjunta entre as Polícias Civil e Militar de Itapoá, na manhã do dia 17/04, que culminou com a prisão de VICTOR e “Cascavel”.

Abrigados pelo prazo legal da Prisão Temporária dos criminosos, os Policiais Civis continuaram intenso trabalho investigativo que terminou com a obtenção de novas provas que subsidiaram a conclusão do Inquérito Policial pelo novo Delegado da Comarca, Dr. Sérgio Roberto de Sousa, que representou pela conversão da prisão temporária de VICTOR e “Cascavel” em preventiva, além de indiciá-los como incursos na prática do crime do art. 121, § 2º, inc. I e IV do CP, pela prática do homicídio que vitimou RENATO GONÇALVES, por motivo torpe e de maneira traiçoeira.


Fonte: Policia Civil de Itapoá


 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar