Duplo homicídio na noite dessa sexta-feira (10) no Balneário Palmeiras Imprimir E-mail
Policial
Sáb, 11 de Maio de 2013 10:38

Na noite dessa sexta-feira (10), aproximadamente às 20h, a Polícia Militar de Itapoá foi acionada para deslocar-se até a Rua 1860, no Balneário Palmeiras. Ao chegarem ao local, os policiais constataram a ocorrência de um duplo homicídio.


Com a chegada dos policiais na Rua 1860, um casal abordou a guarnição informando que um homem estava amarrado com as mãos para traz e havia sangue no chão no interior de uma residência. A guarnição deslocou-se até a casa e constatou o fato. Os PMs encontraram a primeira vítima, um homem de 42 anos, que estava de barriga para baixo, com as mãos amarradas para traz por uma faixa hospitalar e com uma faca cravada no pescoço.

Em seguida, a guarnição da PM seguiu uma marca de solado que saía da casa em direção a praia, e na faixa de areia, encontraram mais um corpo de um homem de 19 anos, e que aparentemente tinha sido alvejado com tiros na cabeça.

Diante dos fatos foi acionado a Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP).

Nenhum suspeito foi encontrado até o momento.


Furto de motocicleta BMW GS 650

Um pouco mais cedo, na mesma noite dessa sexta-feira (10), às 07h45, a PM foi acionada pela Central 190 para deslocar-se até a Rua Guanandi numa residência. Ao chegarem ao local, os policiais verificaram que tratava-se de uma ocorrência de crime tipificado no art. 155, § 4º, CP, furto qualificado. Segundo a vítima, foi furtado uma motocicleta BMW GS 650 de cor branca placas AWR-4441 de Curitiba PR que estava no interior da residência. A guarnição constatou que a corrente de entrada que dá acesso ao pátio da residência havia sido arrebentada, bem como uma janela lateral. Até o momento, nenhum suspeito foi encontrado.

Fonte: Polícia Militar de Itapoá, com adaptações do Diário de Itapoá.

_____

Opinião do DI

Este foi lamentavelmente mais um triste episódio do cenário de violência que está instaurado na cidade de Itapoá nos últimos anos. Autoridades políticas, sociedade civil organizada e os próprio policiais vêm pressionando o Governo do Estado de Santa Catarina por mais efetivo policial e maior investimento na infraestrutura das Polícias Civil e Militar de Itapoá, com o pedido de novas viaturas e construção/ampliação das sedes administrativas.

Espera-se que tais episódios alertem ainda mais as autoridades competentes, no sentido de promoverem ações emergenciais para conter o avanço nos índices de criminalidade na cidade de Itapoá.

Nos últimas meses há uma mobilização ainda mais incisiva da sociedade itapoaense, inclusive com diversas matérias publicada pelo DI sobre este tema, tais como:


- Autoridades de Itapoá se reúnem com delegado geral da Polícia Civil de Santa Catarina;

- Grande comitiva política pressiona por melhorias na segurança pública de Itapoá;

- Vereadores de Itapoá buscam solução para os problemas da violência no Município;

- Comunidade mobiliza-se em favor da segurança pública de Itapoá;

Ofício nº 116 do Poder Executivo de Itapoá; e

Ofício do CONSEG.


O DI solidariza-se com o empenho e a bravura dos policiais em ação em Itapoá. As ações cabíveis dos responsáveis pela segurança pública de Itapoá já foram tomadas, porém a autoridade para a liberação dos recursos estaduais e distribuição do efetivo policial cabe exclusivamente ao nível estadual. Por fim, entendemos que trata-se de um problema de administração pública em que demanda mair eficiência e efetividade de gestão.


Comentários no Facebook:

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar