Polícia Civil prende os traficantes “Beto Boto” e Adelmo Kuboski no bairro São José em Itapoá Imprimir E-mail
Policial
Sex, 08 de Março de 2013 14:37

Adelmo e Roberto presos tráfico em ItapoáPolícia Civil acredita ter tirado de circulação a principal quadrilha de traficantes que agia em Itapoá.

Nesta sexta-feira (08), a Polícia Civil de Itapoá executou uma operação policial exitosa e prendeu dois traficantes de drogas, Roberto Peres da Silva, de 39 anos, vulgo “Beto Boto” e Adelmo Kuboski, de 46 anos. Os dois criminosos estavam promovendo o tráfico de drogas no bairro São José em Itapoá.


Após a prisão, na semana passada, de Cristiano Jardim Rosado, vulgo “Frango”, realizada pela Policia Militar de Itapoá, os policiais civis deram continuidade às investigações para prender seu comparsa no comercio de drogas da cidade. O Delegado Gilberto Crepaldi Mondini representou pela prisão preventiva de Roberto Peres da Silva, a qual foi prontamente deferida pelo Poder Judiciário.


Na manhã desta sexta-feira (08), os policiais civis saíram em busca de Roberto Peres da Silva e, após identificar o local onde ele estava, os policiais realizaram um cerco que culminou com a prisão de Roberto e mais quatro pessoas. Foi encontrado, no local, uma certa quantidade de drogas na forma bruta e também já fracionada para a venda no varejo portada por Roberto, além de dinheiro trocado e petrechos para o fracionamento e embalagem das drogas. Das outras três pessoas, duas eram usuárias, razão pela qual foram ouvidas e liberadas em seguida. Já o quarto meliante também foi preso e identificado como Adelmo Kuboski, que é proprietário do estabelecimento onde o tráfico estava ocorrendo.


Com a prisão de “Frango”, na semana passada, e de “Beto Boto” e Adelmo nesta sexta-feira, juntamente com as pessoas presas na mega operação realizada no início de mês de fevereiro de 2013, a Polícia Civil acredita ter tirado de circulação a principal quadrilha de traficantes que agia na cidade.


Após os procedimentos de praxe, Roberto e Adelmo foram encaminhados ao Presídio Regional de Joinville, local onde permanecerão à disposição da Justiça.


Fonte: Polícia Civil de Itapoá, com adaptações do Diário de Itapoá.

Última atualização em Sáb, 09 de Março de 2013 21:02
 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar