Onda de pichações preocupa Itapoá Imprimir E-mail
Policial
Qui, 15 de Novembro de 2012 19:37

Pichações em Itapoá.Há alguns meses, vários leitores do Diário de Itapoá vêm manifestando preocupação com as constantes pichações realizadas nos imóveis do Município. Baseado nessas manifestações, o DI visitou alguns locais e constatou que, realmente, há um número muito grande de residências, patrimônios públicos e estabelecimentos comerciais pichados em todas as regiões urbanas de Itapoá.

Segundo o Delegado da Polícia Civil do Município, Gilberto Crepaldi Mondini, tais pichações aumentam nos finais de semanas e feriados prolongados, o que leva a crer que a maioria dos pichadores é de fora da Cidade. Há indícios, inclusive, de que muitos deles estariam vindo de Curitiba (PR). O assunto já está em investigação na Delegacia de Polícia local, mas a falta de efetivo acaba atrasando os resultados.

O indicado à pessoa que tenha um patrimônio seu pichado é, se possível, fotografar tal pichação e procurar a Delegacia de Polícia para elaboração de boletim de ocorrência. “Todos os que tiverem seus bens pichados devem procurar a Unidade Policial para o devido registro. Infelizmente, quase não temos registros desse tipo de crime na Delegacia, apesar de notarmos o grande número de pichações pela Cidade”, conta o Delegado de Itapoá. Em 2012, foram apenas quatro ocorrências registradas e nenhuma prisão por pichação. “Há uma investigação em andamento, que está bem próxima de chegar aos autores das pichações e danos nos postos dos guarda vidas, mas essa investigação está sob sigilo”, conclui Gilberto.

Já para aquele que presenciar uma ocorrência de pichação, a recomendação é de que ligue imediatamente para o 190, a fim de que uma viatura da Polícia Militar compareça no local e prenda os pichadores. “Caso não seja possível a prisão no momento, a vítima desse crime deverá se deslocar até a Delegacia para o registro da ocorrência”, explica Mondini.

O crime em questão está descrito na Lei Federal 9.605/1998, artigo 62, norma que cuida dos crimes ambientais, visto que a pichação é enquadrada nesse tipo de crime. A pena prevista é a detenção de três meses a um ano, e multa.

A Polícia Civil pede a colaboração da população, visto que esse tipo de crime é muito difícil de ser desvendado se as pessoas não são presas no momento em que ele está ocorrendo.  As denúncias deverão ser feitas pelo telefone de número 190 no momento em que o crime está ocorrendo. Caso já tenha ocorrido, e a pessoa sabe quem é o autor, ela pode procurar a Delegacia de Polícia ou ligar para o número 181.

Do Diário de Itapoá, com informações do Delegado de Polícia Civil do Município, Gilberto Crepaldi Mondini. Fotos de Geisiane Caldeira/DI.



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar