Homem enquadrado como estuprador de incapaz entre os destaques policiais dessa quinta-feira (16) Imprimir E-mail
Policial
Sex, 17 de Fevereiro de 2012 12:47

Por volta das 13h30min dessa quinta-feira (16), uma mulher informou à Central da Polícia Militar de Itapoá de que a sua neta, de apenas sete anos, chegou em casa, dizendo que um homem havia passado a mão em suas partes íntimas e a chamado de “gostosa”. Ao se dirigir à frente da residência, a mulher viu o referido homem que, ao avistar a menor e sua avó, saiu correndo em direção à Rua Francisco Quintino Correa, em Itapema do Norte. Os policiais receberam as características do agente e partiram na captura do mesmo. Uma outra ligação, informou que um homem com aquela descrição havia entrado em uma residência, se escondendo na lavanderia. Ao chegar no local, a PM avistou o agente, que prontamente ergueu as mãos, dizendo que não havia feito nada. Ele foi identificado como Vanderlei Cordeiro Lopes, de 44 anos. Conduzido até as testemunhas, elas o reconheceram como sendo o autor dos fatos narrados. Então, ele foi levado até a Delegacia de Polícia Civil de Itapoá, onde o delegado Gilberto Crepaldi Mondini o enquadrou no artigo 214-A, estupro de incapaz.

Mais tarde, por volta das 23h50min, também em Itapema do Norte, policiais militares do Policiamento Montado notarem uma situação suspeita de dois homens em uma moto Honda CG, cor prata e placas de Jaraguá do Sul. Um jovem de 16 anos pulou da moto, com ela em movimento. Na abordagem, foi encontrado com ele um revólver cabibre 38, com três munições intactas. O segundo integrante da moto, de 19 anos, que parou longe do primeiro abordado, antes mesmo de ser indagado sobre qualquer fato, começou a falar que a arma não pertencia a ele, sendo que ele nem havia presenciado a ação de revista policial. Os dois foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Itapoá, para a tomada das devidas providências.

Do Diário de Itapoá, com informações da Polícia Militar de Itapoá.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar