Traficante é preso em “boca de fumo” Imprimir E-mail
Policial
Sáb, 01 de Outubro de 2011 11:21

Nessa sexta-feira (30), um pai, que não quis se identificar, entrou em contato com Polícia Militar de Itapoá, informando que o seu filho não estava mais comparecendo à escola, porque frequentava uma “boca de fumo” na Rua 2.060 no horário em que devia estar na aula. Segundo a denúncia, a droga era comercializada por um portador de deficiência física, conhecido por Nenê, em uma edícula. Diante das informações, por volta das 20h00min, o setor de inteligência da PM passou a monitorar o local denunciado. Após presenciarem vários elementos chegando e saindo do imóvel, os policiais solicitaram uma viatura caracterizada para fazer abordagem nos elementos que saíam. Na ocasião, abordaram um homem que saía do local, com quem encontraram uma bucha semelhante a maconha. Indagado sobre a procedência de tal substância, ele confessou que comprou de Nenê, quem comercializava a substância há mais de um ano. Posteriormente, a PM entrou na casa de Nenê, onde se encontravam mais dois homens, os quais confessaram serem usuários de drogas, porém nada foi encontrado com os dois. Junto com o cadeirante Nenê, de 39 anos, cujo nome é Valdenir de Lima, foi encontrado uma pequena caixa com duas buchas, contendo substância semelhante à maconha e algumas pontas do produto, já queimado. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos três elementos e eles foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Itapoá, para os procedimentos cabíveis.

Do Diário de Itapoá, com informação da Polícia Militar de Itapoá.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar