Vendedor ambulante de Garuva é encontrado morto em Itapoá Imprimir E-mail
Policial
Seg, 11 de Outubro de 2010 21:39

Por volta das 08h20min desse domingo (10), a Central da Polícia Militar de Itapoá recebeu a ligação de uma senhora que não quis se identificar, informando que na Estrada da Serrinha encontrava-se um carro GM Astra de placas MAX-2718 abandonado. O referido veículo é de propriedade de Ademir Loes Fler, 44 anos, que estava desaparecido desde a madrugada desse sábado (09), quando foi visto, pela última vez, em uma loja de conveniência que fica em Itapema do Norte, por volta das 05 horas. A PM deslocou-se até o local em que estava o veículo e constatou que o mesmo encontrava-se fechado e com o pneu furado. A Polícia Civil foi comunicada, mas o plantão não pode dirigir-se, no momento, pois conduzia um detento ao presídio de Joinville. Policiais deslocaram-se ao local para fazer uma varredura, mas nada foi encontrado. Por vola das 13 horas, um homem, de 35 anos, informou a Central que havia um corpo, com as pernas e mãos amarradas, jogado em uma vala. A PM constatou que o corpo, que estava com um fio de carregador de celular enrolado no pescoço, era de Ademir Loes Fler, proprietário do veículo Astra. O local foi isolado até a chegada da perícia e do IML (Instituto Médico Legal). Ademir era morador da cidade de Garuva, onde trabalhava no posto fiscal da Fazenda, como vendedor de cafezinho e guloseimas.

Nessa segunda-feira (11), a Polícia Militar efetuou a prisão de Cosme Henrique Nonato, 18 anos, suspeito de participação no homicídio de Ademir Loes Fler. Os policiais chegaram a Cosme depois de uma denúncia anônima efetuada ao número de emergência 190, relatando o local em que o indivíduo estava escondido. Ao chegar na residência, os policiais perceberam que Cosme, imediatamente, escondeu-se no sótão da casa. Assim que a polícia determinou que Cosme descesse, constatou-se que ele portava o aparelho de telefonia celular pertencente à vítima. O preso relatou aos PM's outros dados acerca do crime, que foram devidamente repassados à Polícia Civil do Município, no momento da lavratura do flagrante delito.

As informações são da Polícia Militar de Itapoá.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar