Três pescadores ficam 22 horas à deriva em Itapoá Imprimir E-mail
Pesca
Ter, 08 de Dezembro de 2009 15:30

Três pescadores ficaram à deriva na região de Itapoá, Litoral Norte catarinense, durante 22 horas. João Lúcio Hansh, 56 anos, Norberto Vavarwse, 56, e Pedro Doconal, 70, estavam em uma embarcação de 16 pés. Por volta das 7 horas da manhã de segunda-feira (07), rachou o casco do barco.

Sem ter como se comunicar e pedir socorro, eles ficaram à deriva por 22 horas e só foram socorridos depois que outra embarcação passou por eles e os trouxe até a Colônia de Pescadores Z1, em Itapema do Norte, na madrugada desta terça-feira (08). Quem encontrou os três pescadores foram o pescador Júlio Cesar, conhecido como Patinho, e seu irmão Arilton, conhecido como Neguinho.

O Corpo de Bombeiros conduziu os pescadores ao Pronto Atendimento, pois os três homens estavam desidratados e apresentavam queimaduras por causa do calor. Eles foram levados ao pronto-atendimento de Itapoá, receberam os cuidados e ficaram em observação durante toda a manhã desta terça.

Logo depois do meio-dia, os pescadores foram liberados. Segundo os bombeiros militares, João é de Guaramirim, Norberto teria vindo de Florianópolis, e Pedro é de São Francisco do Sul.

 

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar