Construção da Linha de transmissão Garuva-Itapoá avança e primeiras estruturas são posicionadas no perímetro urbano de Itapoá Imprimir E-mail
Obras
Dom, 13 de Junho de 2010 22:48

Os primeiros postes no perímetro urbano de Itapoá estão sendo posicionados próximos à CELESC de Itapoá, e na rua João Horácio Vieira. A mudança no visual é significativa, uma vez que os postes são altos e podem ser vistos de longa distância.


Após concluir a etapa das fundações, com a escavação, nivelamento, reaterro e compactação, os trabalhos da construção da nova linha de transmissão Garuva-Itapoá seguem com a montagem das estruturas e posicionamento dos postes.



Sobre a Linha de Transmissão de 138 Kv (quilovolt) Garuva-Itapoá


A Celesc Distribuição segue coordenando a construção da linha de transmissão de 138 kV (quilovolt) Garuva-Itapoá. O investimento totaliza R$23 milhões e vai suprir as atividades do Porto de Itapoá (TECON SC), além de atender o município de Itapoá, contribuindo com a infraestrutura necessária para a implantação de novas indústrias, comércio e unidades residenciais na região.


A obra permitirá suprir a carência energética de Itapoá, sobretudo no período da alta temporada, permitindo maior estabilidade da rede elétrica do Município e, assim, proporcionando mais confiabilidade e qualidade no fornecimento de energia aos consumidores da Celesc.

No dia 14 de outubro de 2009, foi realizada uma audiência pública para apresentação e discussão do Relatório de Impacto ao Meio Ambiente (RIMA) da linha de transmissão. Nessa reunião, foi exposto a concepção do empreendimento, explanando-se sobre a linha de transmissão, as alternativas de traçado e a descrição do trajeto (o qual se iniciará na Marcegaglia, passará por Garuva, nas comunidades de Três Barras, Palmital, Sol Nascente e Bom Futuro, e irá até a Rua n°. 1000, em Itapoá, atravessando o Saí Mirim e o Rancho Indaiá), apontando as características técnicas da obra, tais como:

Tensão nominal: 138.000 Volts;
Comprimento total: 36.356 metros;
Largura da faixa de servidão (corredor utilizado para os trabalhos de construção e manutenção da linha): 25 metros;
Tipo de estruturas: torres (estruturas metálicas) e postes de concreto;
Distância média entre estruturas: 400 metros entre torres metálicas e 100 metros entre postes de concreto;
Duração aproximada da obra: 06 meses;
Custo: R$ 23 milhões.

Segundo consta no projeto, cerca de 55% da extensão da obra está localizada em território itapoaense. Hoje, o Município é atendido por um alimentador de 34,5 kV da Subestação de Guaratuba/PR, pertencente à Copel (Companhia Paranaense de Energia Elétrica).


Matérias relacionadas:

Confira o andamento da construção da linha de transmissão Garuva-Itapoá

Realizada Audiência Pública de apresentação e discussão do “RIMA” referente à linha de transmissão da CELESC para Itapoá e Garuva

Falta de energia elétrica programada deve durar toda a manhã desta sexta-feira (07)

Constantes faltas de Energia Elétrica seguem incomodando Itapo

Grandes filas, falta de energia e mau tempo marcaram o último dia do ano em Itapoá

Câmara de Joinville discutirá rede elétrica Joinville - Itapoá

Moradores do Rio Bonito prometem fechar estrada em protesto contra rede de alta tensão

Falta de energia elétrica causa transtorno e prejuízo em Itapoá

Mobilização da Câmara de Vereadores de Itapoá resulta em compromisso firmado pela CELESC

Mais uma vez, falta de energia causa transtorno e prejuízo em Itapoá


 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar