Acabamento das galerias pluviais sugere lançamento de esgoto no mar para os desavisados Imprimir E-mail
Obras
Dom, 14 de Março de 2010 10:41

À primeira vista, os desinformados pensam se tratar de um esgoto. Com a conclusão das galerias pluviais, munícipes esperavam um acabamento da construção, através de um projeto paisagístico e a viabilização de uma passagem adequada para as pessoas que realizam atividades físicas na praia.

 

Segundo um veranista que realiza caminhadas à beira mar, as galerias dificultam a passagem, quando se está usando calçados, já que o volume de água, com as novas estruturas, aumentou consideravelmente. "Era de se esperar que não se deixasse no barro vermelho, após ter desmatado a vegetação nativa para fazer essas galerias. Além disso, esses tubos mais parecem esgoto. Não existe indicação alguma de que a água não é esgoto, e quem garante também que não seja. Poderiam construir rampas de acesso por cima dessas estruturas, plantar umas árvores e colocar placas indicativas sobre as condições da água. Isso não é tão caro assim, é uma questão de deixar a praia bonita também", comentou o veranista que preferiu não se identificar.

 

O DI foi até a galeria do balneário Princesa do Mar, e constatou a ausência de um projeto paisagístico e a impossibilidade de transpor o rio sem molhar os pés.

 

O serviço de construção dessas galerias foi realizado pelo Governo do Estado de Santa Catarina, com a disponibilização de 790 mil horas máquinas para o município de Itapoá.

 

Confira as fotos:

 

Turismo em Itapoá

O município de Itapoá apresenta uma das mais belas orlas do Brasil. Com 32km de belas praias, areia branca e mar tranquilo, local procurado por milhares de veranistas e turistas nas temporadas de verão, que visitam a cidade em busca de descanso, momentos familiares, e também badalação na fervilhante Avenida André Rodrigues de Freitas e na casa de shows Maresia Música Bar.


Galerias Pluviais

Como já informado pelo Diário de Itapoá em outras oportunidades, cinco galerias de águas pluviais foram construídas para prevenir Itapoá de novas enchentes, sendo uma galeria fechada para reparos devido a um erro de projeto. Tais galerias, indicações da Prefeitura e da Defesa Civil Municipal, foram aprovadas pelo Governo do Estado, através do DEINFRA (Departamento de Infraestrutura) de Santa Catarina.


As galerias do Pontal, do balneário Palmeiras, do balneário Princesa do Mar e a da Rua 960 (Rua do Pronto Atendimento) vêm resolver o problema das enchentes naquelas imediações. Há, ainda, a galeria da Rua 620, na Barra do Saí, que teve que ser fechada, pois apresentou falhas estruturais e de projeto. Esta última, segundo a Prefeitura de Itapoá, já está encaminhada para retomada das obras de adequações necessárias.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar