Empresa Fortunato atrasa conclusão da SC-415 e deixa trechos intransitáveis no centro da cidade Imprimir E-mail
Obras
Sex, 12 de Março de 2010 08:50

A Empreiteira Fortunato Ltda., ganhadora da licitação para pavimentação asfáltica da SC-415, atrasa conclusão da obra e deixa alguns trechos sem condições de tráfego. Especialmente entre o Corpo de Bombeiros e o material de construção Zagonel, a rodovia está um péssimas condições.

 

O problema afeta a vida de muitos itapoaenses, pois a rodovia é a rota do transporte inter-municipal, com a linha Barra do Saí-Pontal e Itapoá-Sai Mirim. Os usuários do transporte público e motoristas relatam a dificuldade diária enfrentada com a buraqueira e os gastos com a manutenção dos veículos que transitam na via.

 

No trecho entre o Corpo de Bombeiros e o material de construção Zagonel, a rodovia está seriamente comprometida, apresentando grande quantidade de buracos. O problema se agrava, pois mesmo que o maquinário da Prefeitura de Itapoá fosse deslocado para adequar a rodovia estadual SC-415, o referido trecho apresenta grande quantidade de pedras e estruturas em concreto já depositados pela empresa Fortunato, assim impossibilitando o trabalho de maquinário padrão.


SC-415
Com 27km e 715m de extensão, a SC-415 liga Itapoá à BR-101 (Garuva). Será, segundo a direção da Empreiteira Fortunato, uma obra complexa, que incluirá pontes e exigirá a detonação de 80mil m3 de rochas. A rodovia está orçada em R$ 32.893.661,76 e deve ser concluída em 720 dias.


Matéria publicada no dia 23 de maio de 2009

O presidente do Departamento de Infraestrutura (Deinfra), Romualdo França, disse, na reunião da Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joinville, que haverá empenho máximo para "encontrar uma forma de entregar a pavimentação da SC-415 a tempo de coincidir com o início das operações do porto de Itapoá. O prazo, por enquanto previsto, é terminar a obra em maio de 2010".

 

 

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar