Contorno de Garuva promete melhorar o trânsito entre a BR-101 e Itapoá Imprimir E-mail
Obras
Seg, 21 de Dezembro de 2015 22:06

Conforme reportagem publicada pelo Jornal Notícias do Dia nesta segunda-feira (21/12), a SC-417 e BR-280 são os gargalos rodoviários da região Norte de Santa Catarina.


Na região Norte de Santa Catarina, o acesso entre Paraná e Santa Catarina se dá pela BR-101, rodovia que neste trecho é duplicada e bem sinalizada. Mas os motoristas que chegam ao Estado, sobretudo na temporada, e tem como destino as praias do Norte catarinense precisam redobrar os cuidados nos acessos ao litoral. Um dos gargalos é na estrada SC-417, que liga o quilômetro 6 da BR-101, quase na divisa com o Paraná a Itapoá. A estrada é estreita e o movimento de caminhões que vão e voltam do Porto de Itapoá é intenso. Além disso, outro problema da SC-417 é que ela corta o Centro do município de Garuva, formado grandes congestionamentos e muitas vezes, dividindo a cidade em duas partes.


O comerciante Josias Lennertz, de 41 anos, conhece bem o problema. Ele tem uma loja de variedades em Garuva próximo a estrada. “Nos dias de movimento o trânsito para. As filas são quilométricas e, para quem mora em Garuva, fica impossível cruzar a rodovia e para  ir do lado Norte ao lado Sul da cidade. Todo ano é mesma história: motoristas estressados pelo trânsito e moradores revoltados pelos congestionamentos. Eu, por exemplo, moro no lado Sul da cidade, e nesta época de fim de ano, não consigo sequer ir à missa, porque a igreja fica na zona Norte”, comenta Lennertz.


A aposentada Zelandia Lúcia Cardoso, de 74 anos, também mora em Garuva. Ela conta que antigamente a cidade era bastante tranquila. “Sempre morrei em Garuva, a cidade hoje é agitada. No fim de semana então, nem dá para ir visitar os parentes que vivem do outro lado da rodovia. A gente que vive aqui sofre um pouco, mas vai levado, já nos acostumamos com o congestionamento”, conta. A filha da aposentada, a costureira Dilvia Ribeiro de Souza, de 52 anos, completa: “Toda semana a gente ouve falar da duplicação da SC-417 ou quando o contorno vai ficar pronto e nossa situação vai melhorar, mas até agora nada. O jeito é aguardar. Até lá, nossa cidade segue dividida”.


O contorno que a costureira se refere é o Contorno de Garuva uma obra do governo do Estado com investimento de R$ 27,14 milhões que promete desviar o trânsito pesado entre a BR-101 e Itapoá do Centro de Garuva. A obra já está em execução. Serão nove quilômetros de asfalto, sendo que 6,5 quilômetros já estão prontos. De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura de Santa Catarina, João Carlos Ecker. “A obra inicia no quilômetro 10,5 da BR-101 e segue até a localidade de Palmital. Atualmente as máquinas trabalham na edificação do elevado na BR 101. Há uma pendência com desapropriação em uma área sobre o Rio Sete Voltas - que irá receber uma ponte. Mas o percentual de execução é de 85%”, explica o secretário. A previsão é que a inauguração da obra aconteça em março de 2016.


BR-280 ainda sem duplicação

Outra rodovia conhecida de quem busca as praias agitadas do litoral Norte é a BR-280, que liga Araquari e a BR-101 ao acesso ao Balneário Barra do Sul e São Francisco do Sul. Há mais de 10 anos o trecho está para ser duplicado pelo Governo Federal, mas as obras neste trecho ainda não iniciaram. Processos jurídicos e burocráticos e a crise fez com que o governo adiasse anúncios de recursos e novos prazos para o começo dos trabalhos.  A consequência são congestionamentos quilométricos aos fins de semana e vários acidentes. Segundo o DNIT, não há prazo para a ordem de serviço para o lote 1, entre a BR-101 e São Francisco do Sul.


Nesta semana, um relatório da Polícia Rodoviária Federal colocou este trecho da BR-280 como sendo um dos mais perigosos do Brasil. De outubro de 2014 a setembro de 2015 foram 29 acidentes graves que resultaram em 34 pessoas feridas gravemente e sete mortes.


Estrada Rio do Morro

A pavimentação da estrada Rio do Morro, que liga a BR-280, em Araquari, ao bairro Paranaguamirim em Joinville, deve ajudar aliviar o trânsito no acesso às praias. A via possui cerca de 10 quilômetros, dois ainda precisam ser asfaltados. A obra tem um investimento de R$ 15,9 milhões do Governo do Estado.


Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Joinville (SDR), neste momento os trabalhos na Rio do Morro estão parados. O Estado aguarda um retorno do projeto de passagem da rodovia sob os trilhos da América Latina Logística (ALL). A intensão é deixar a rua na altura do trilho e equipar as passagens do trem com cancelas e sinalização. O projeto já foi aprovado pelo Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).


Veja como será o Contorno de Garuva, que está em obras: 


Fonte: Jornal Notícias do Dia, com adaptações do Diário de Itapoá.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar