Obras de manutenção de vias foram realizadas na Barra do Saí Imprimir E-mail
Obras
Qui, 20 de Dezembro de 2012 23:11

Obras de manutenção de vias foram realizadas na Barra do Saí.Há cerca de um mês, mais precisamente no último dia 19 de novembro, o Diário de Itapoá publicava uma matéria intitulada “Barra do Saí reclama esquecimento por parte do Poder Público”. O texto dava conta de várias reclamações de moradores daquele bairro. O DI visitou o local e constatou que, realmente, as reclamações faziam sentido.

Entre os problemas levantados, estavam a péssima condição do asfalto em trecho da Avenida Dom Henrique, principal via do bairro; as péssimas condições de trafegabilidade das vias secundárias; e o assoreamento do Rio Saí Mirim, na Boca da Barra.

À época, a Prefeitura de Itapoá, via Assessoria de Imprensa, informou que um convênio havia sido celebrado com o Ministério das Cidades, para a recuperação asfáltica, mas questões burocráticas ainda estavam em andamento. Até a concretização de tal contrato, que vence ao final do próximo mês de maio, a Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos estaria realizando a manutenção do asfalto, mas apenas como medida paliativa, que não é suficiente para suprir o movimento no local. Há poucos dias, uma equipe de tal Secretaria esteve no local indicado pela matéria, tampando alguns buracos com piche, o que ameniza a situação momentaneamente, mas está longe de resolver o problema, principalmente considerando-se que está se iniciando mais uma temporada de verão, quanto o trânsito em tal asfalto é muito superior ao registrado em dias normais.

Quanto à situação das vias secundárias, poucos dias depois da publicação da matéria no Diário de Itapoá, máquinas da Secretaria Municipal de Obras e Serviço Público foram vistas no bairro, fazendo a manutenção das ruas.

Ainda que paliativamente, as manutenções realizadas já melhoram muito as condições dos frequentadores e moradores da Barra do Saí. A esperança é de que a próxima gestão não esqueça tal bairro e olhe principalmente para as necessidades mais urgentes, como a questão do assoreamento do Rio Saí Mirim, na Boca da Barra, que tanto atrapalha os pescadores e dificulta a passagem da água, favorecendo ocorrências de enchentes na região.


Do Diário de Itapoá, com a colaboração e fotos de Geisiane Caldeira/DI.



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar