Moradores de Itapoá criticam valores cobrados pela Itapoá Saneamento para instalação de água Imprimir E-mail
Obras
Qua, 19 de Dezembro de 2012 22:24

Site da Itapoá Saneamento.Ao que tudo indica, o problema com a emissão de segundas vias das contas de água em Itapoá está solucionado. O site da Itapoá Saneamento (itapoasaneamento.com) está em funcionamento, contando com alguns serviços, entre eles o de emissão da segunda via da conta.

Alguns consumidores moradores de outras cidades, porém, entraram em contato com o Diário de Itapoá, alegando não terem recebido em suas residências as faturas, que antes eram entregues normalmente e dentro de um prazo considerável para o pagamento. Em contato com a Itapoá Saneamento, a empresa informou que as faturas continuarão a ser entregues nas residências fora do Município. “A demora no envio aconteceu por causa do pouco tempo entre a assinatura do contrato (05/10/12) e o início da operação (13/10/12), atrasando a formalização dos contratos de arrecadação com os bancos. Os clientes não precisam se preocupar, pois as faturas entregues foram do prazo terão seu vencimento alterado”, explica a empresa. Dessa forma, segundo a Itapoá Saneamento, os clientes não correm o risco de terem o fornecimento de água cortado.

Há ainda reclamações quanto ao custo de extensão e instalação novas de água. Pessoas alegam que o valor é acima do antes praticado para tal. O Diário de Itapoá não teve acesso a um orçamento da extinta Águas de Itapoá para tal serviço, a fim de confirmar efetivamente tal informação. Assim que assinou o contrato de concessão, a Itapoá Saneamento anunciou que investiria mais de R$ 90 milhões na expansão da rede, mas os futuros consumidores reclamam que são eles que estão tendo que bancar essa conta incialmente, uma vez que o valor cobrado pela extensão e instalação é considerado alto pelos mesmos. A Itapoá Saneamento informa que a tabela de cobrança por serviços (incluindo a de ligações) e a estrutura tarifária estão definidas no contrato de concessão. “O regulamento dos serviços da concessão determina que, quando uma nova ligação de água for pedida em área onde não exista rede e distante mais do que 12 metros da rede existente, o cliente será responsável pelo custo excedente aos 12 metros. Essa regra vale para as novas ligações executadas fora do atendimento do plano de investimentos. Isso quer dizer que a Itapoá Saneamento, pelo contrário, é responsável por todo o investimento na expansão na rede do Município, dentro do planejamento acordado com a Prefeitura. A cobrança pela implantação de rede fora do prazo estabelecido no planejamento está clara no contrato de concessão e seus anexos, documentos esses públicos, cuja cópia pode ser obtida mediante solicitação à Prefeitura de Itapoá”, explica a empresa. Em resumo, todas as pessoas que construírem ou quiserem instalar água encanada em seus imóveis de Itapoá e suas áreas não estiverem dentro do prazo estabelecido pela Itapoá Saneamento terão que arcar com todos os custos da instalação, inclusive pelo serviço dos funcionários da Itapoá Saneamento para, depois, a instalação fazer parte da rede pública de abastecimento do Município, podendo ser utilizada para o abastecimento público, conforme informado pela própria concessionária na autorização da ampliação de rede.

Geisiane Caldeira, colaboradora do Diário de Itapoá, expôs sua indignação em relação ao tema no Facebook. “Gente, olha o absurdo que esta Itapoá Saneamento está cometendo. Diz que vai fazer um investimento de R$ 90 milhões em nossa cidade, Itapoá, e quando vou solicitar uma extensão de rede para o fornecimento de água em minha casa, me vêm com um orçamento de R$ 1.280,40, sendo destes, R$ 382,90 em canos. Até aí tudo bem. A Águas de Itapoá já cobrava os canos, mas o R$ 897,50 de mão de obra. Quando solicitei cópia do orçamento, a atendente se negou a entregar, dizendo que não estava autorizada. Insisti, ela falou com o gerente e me entregou. Questionei os valores e a atendente me informou que está embasado no contrato de concessão. Então, essa concessão veio só para (...) com os munícipes. É um absurdo!”, diz ela em sua página da rede social.

Nas imagens, um print da página inicial do site da Itapoá Saneamento, bem como os documentos cedidos por Geisiane Caldeira: autorização de ampliação de rede de água e orçamento de sua instalação.


Do Diário de Itapoá.



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar