Moradores do Rio Bonito prometem fechar estrada em protesto contra rede de alta tensão Imprimir E-mail
Obras
Sáb, 29 de Agosto de 2009 19:22

A Associação de Moradores da localidade Rio Bonito, na zona Norte de Joinville, promete reunir mais de 200 moradores e protestar, às 9h30min deste sábado, contra a instalação de postes para rede elétrica de alta tensão na Estrada Pirabeiraba.


Os protestos irão ocorrer no cruzamento da estrada com a rua XV de Outubro. Os postes — ainda não instalados — fazem parte da linha que ligará o Porto de Itapoá a subestação da Celesc em Joinville.

De acordo com um dos moradores da localidade, Lademir Schatzmann, as obras para instalação estão ocorrendo sem consulta aos moradores.

— Danificaram calçadas. Não nos apresentaram nenhum tipo de estudo sobre o impacto disso. Temos medo que os postes fiquem muito em cima da rua e causem acidentes — reclama o morador.

O protesto deve fechar a rua e contar com apoio de vereadores de oposição ao prefeito Carlito Merss (PT), já que a obra, no local, tem participação da Prefeitura. Órgãos de segurança, como a Polícia Militar, foram comunicados, segundo Lademir.

A convocação da comunidade foi feito pela Associação de Moradores do Rio Bonito. O que diz a Celesc O chefe da divisão técnica da Celesc, Júlio César Pires, diz que não vê motivo para a manifestação, mas não descarta conversas e explicações aos moradores.

— Estive lá nesta sexta-feira, conversei com moradores, inclusive vereadores. Temos todos os projetos aprovados. É uma obra importante para que Itapoá deixe de receber energia da Copel (concessionária de energia elétrica do Paraná) — afirma.

Segundo ele, é bastante improvável que a obra pare.

— Se tivermos que fazer consulta para cada poste que colocarmos, as obras não andariam. De qualquer jeito, devemos ouvir os moradores e colocar nossos argumentos — diz.

OBS: a matéria acima foi publicada na íntegra, do site de notícias ANotícias.

 

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar