Linha de Transmissão de 138 KV é completamente ligada em Itapoá Imprimir E-mail
Obras
Sex, 24 de Fevereiro de 2012 13:16

Linha de Transmissão de 138 kV é completamente ligada em Itapoá.Última etapa de implantação da linha foi efetivada com o acionamento da rede na subestação do Porto Itapoá

Após um grande período de expectativa, no final da tarde dessa quinta-feira (23), a Linha de Transmissão de Energia de 138 KV que atende a cidade de Itapoá (SC), em especial o terminal portuário, foi totalmente ativada, garantindo o suprimento de energia adequada para o empreendimento. A ligação simbólica da linha foi feita pelo Governador Raimundo Colombo, diretamente de Florianópolis, e acionada do Porto Itapoá pelo seu superintendente, Patrício Júnior, e pelo diretor administrativo-financeiro, André Romero, além dos gerentes de Projetos e Manutenção, Emerson Buarque e Ricardo Mattoso, respectivamente.

As obras do projeto, de responsabilidade da Celesc e do Porto Itapoá, iniciaram em 2010 e percorrem mais de 60 km, iniciando em Joinville, passando por Garuva, até chegar em Itapoá. Somente no trecho entre a subestação em Itapoá e o Porto são mais 10 km de linhas de alta tensão, obra esta financiada e desenvolvida pelo próprio terminal, com supervisão da Celesc.

Além de ser fundamental para o empreendimento, que utiliza a energia elétrica em boa parte de suas operações e equipamentos, a nova linha de transmissão é uma conquista da cidade de Itapoá, que até o momento era o único município que recebia energia do Paraná, através da Copel (Companhia Paranaense de Eletricidade), em Guaratuba (PR). Com seus 30 km de praia, Itapoá, que tem aproximadamente 15 mil habitantes, chega a receber mais de 200 mil turistas no verão e, a falta de energia nessa época do ano era uma constante, devido a linha de transmissão vinda do Paraná disponibilizar apenas 40 kv de energia.

Com a nova linha de transmissão de 138 kv, a cidade, o Porto e a retroárea serão abastecidos sem nenhum problema de falta ou queda de energia por incapacidade da rede, inclusive no verão. Para o diretor administrativo-financeiro do terminal, André Romero, “o frequente empenho da Celesc, em todos os seu níveis, e a prontidão para buscar as melhores soluções em todos os momentos que precisamos, foram de absoluta importância para termos este projeto como realidade”.

Na segunda foto (abaixo), partindo da esquerda: Eliseu Arndt Grein (HEG Consultoria), Ricardo Mattoso (gerente de Manutenção), Emerson Buarque (gerente de Projetos), André Romero (diretor administrativo-financeiro) e Patrício Júnior (superintendente do Porto Itapoá).

Da EDM Logos, Assessoria de Imprensa do Porto Itapoá. Fotos cedidas pela EDM Logos.



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar