Rodovia SC-415, em Itapoá, deve ficar pronta em janeiro Imprimir E-mail
Obras
Ter, 27 de Dezembro de 2011 10:40

SC-415, que liga Garuva a Itapoá.A inauguração da SC-415, marcada para o dia 29 e adiada ainda na semana passada, está prevista agora para a segunda quinzena de janeiro. Segundo a assessoria de imprensa do governo do Estado, a data pré-agendada é 20 de janeiro. O motivo de mais um adiamento na entrega da obra é o mesmo que arrasta a data de inauguração desde outubro de 2010: a rodovia não está pronta.

Três trechos, em um total de quatro quilômetros, precisam de uma última camada de asfalto, segundo observou a reportagem ontem, quando percorreu a SC-415 e viu que nenhuma máquina trabalhava no trecho de 27,7 km.

Segundo a assessoria do Estado, o governador Raimundo Colombo (PSD) disse que não iria inaugurar a obra inacabada e que teria recebido um prazo de mais quinze dias para a conclusão.

O Porto Itapoá – principal interessado na rodovia – e o governo do Estado chegaram a anunciar uma festa conjunta para comemorar o aniversário de um ano da inauguração do terminal e a entrega da obra para o dia 17 de dezembro, mas a tentativa de apressar as obras foi frustrada.

Apesar de não estar pronta, a rodovia já comporta tráfego de caminhões e outros veículos. O prefeito de Itapoá, Ervino Sperandio, diz que o trânsito já vem ocorrendo de maneira gradativa nos últimos meses e que a falta da última camada de asfalto em partes da rodovia não comprometeria a qualidade da pista.

O prefeito de Itapá diz que percorreu a SC-415 no dia 25, e que soube por meio de técnicos da obra que o capeamento asfáltico não continuou ontem por causa da chuva, que impediria a aderência do material à base da rodovia.

Ervino Sperandio diz ainda que com tempo bom, a equipe disse que faz até um quilômetro de capeamento por dia, o que permitiria a rodovia ser entregue até 20 de janeiro.

Os locais que precisam da última capa asfáltica são um trecho de 400 metros, perto de uma empresa que produz brita; outro trajeto de três quilômetros perto de uma área que está recebendo depósitos de contêineres e tem ligação com a área urbana de Itapoá; e um terceiro trecho de 600 metros, mais perto do porto.

O trecho da SC-415 construído para comportar o tráfego de caminhões em direção ao terminal portuário custou R$ 39,8 milhões. A obra é executada pelo governo do Estado desde abril de 2008. Os atrasos na entrega – causados em função das chuvas, segundo o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) – chegaram a fazer com que o governo municipal permitisse a passagem de caminhões de contêineres na área urbana da cidade.


Porto cresce e bate recorde

Em nota divulgada na segunda-feira, o diretor superintendente do Porto Itapoá, Patrício Júnior, afirmou que a SC-415 já tem “plenas condições de trafegabilidade” e que “não há nenhuma dificuldade de acesso” ao porto.

A nota diz ainda que só haveria problema para o tráfego de caminhões no terminal se a obra atrasasse mais – o que poderia obrigar os caminhões a continuar usando ruas da área urbana de Itapoá, que tem trânsito ainda mais intenso de carros neste período por causa do veraneio.

Apesar dos atrasos constantes na entrega da rodovia, o terminal começou as operações. Em outra nota, o Porto Itapoá afirma ter atingido a marca de 130,83 movimentos por hora em 24 de dezembro, um critério para medir a eficiência logística de terminais portuários. O índice coloca o porto entre os três terminais de contêineres mais rápidos do País. É também um recorde em relação ao mês anterior, quando foram atingidos 95,25 movimentos por hora em 8 de novembro.

Na prática, o navio Leblon, do armador Hamburg Süd, previa 12 horas de trabalho para ser carregado, na véspera de Natal. Com a agilidade conseguida, o trabalho foi reduzido pela metade (seis horas). Cada contêiner exigiu uma média de 33 movimentos para ser embarcado. As médias diária do ano têm sido entre 25 e 60 movimentos por hora, segundo o porto.

Matéria e foto do Jornal A Notícia.



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar