Prefeitura está há três meses sem empresa para a manutenção da iluminação pública Imprimir E-mail
Obras
Dom, 26 de Setembro de 2010 11:50

Itapoá sem empresa para manutenção da iluminação públicaSegundo matéria publicada no site do jornal A Notícia, moradores de Itapoá estão se sentindo inseguros. Eles reclamam que algumas ruas da cidade estão às escuras porque há três meses não é feita a reposição das lâmpadas que queimaram.

“Já solicitei a troca de algumas lâmpadas na rua onde moro, mas não tive previsão, nem o retorno de informações. A rua está às escuras”, reclama um morador que denuncia o problema, mas prefere não se identificar. “Enquanto isso, o cidadão continua pagando pela taxa de manutenção da iluminação pública (Cosip)”, afirma.

A falta de manutenção está ocorrendo porque a Prefeitura não tem uma empresa credenciada para executar o serviço da troca de lâmpadas dos postes de iluminação pública. Segundo a Prefeitura de Itapoá, o problema foi causado por um atraso no processo de licitação. Até o ano passado, quem fazia a manutenção da iluminação pública era a Celesc. No começo deste ano, a Prefeitura contratou, em caráter emergencial, outra empresa para realizar o serviço. Este contrato tinha duração de seis meses.

Em julho, quando vencia o contrato, foi feita uma nova licitação. O novo contrato teria validade de um ano. Houve um vencedor desta licitação, mas outras empresas que participaram da concorrência entraram com ação questionando o processo de escolha. Desde a entrada destes recursos, a cidade está sem o serviço de manutenção na iluminação pública.

Para acelerar a contratação de uma nova prestadora de serviço, a Prefeitura decidiu cancelar a licitação por tomada de preços e fazer uma nova modalidade de licitação, por meio de carta-convite. A expectativa, segundo o setor de licitações da Prefeitura, é de que em duas semanas a nova empresa contratada possa iniciar os trabalhos. Não há previsão de quanto tempo será necessário para trocar todas as lâmpadas com de feito. A Prefeitura informou ainda que, só este ano, 600 novos postes foram instalados e outros 200 devem ser colocados até o fim do ano.

Matéria e imagem do site do jornal A Notícia.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar