Câmara de Itapoá reduz em 60% consumo de papel e toner de impressora Imprimir E-mail
Natureza
Dom, 16 de Maio de 2010 22:17

Com a implementação do sistema legislativo digitalizado, os vereadores e funcionários conseguem aumentar a produtividade documental e mesmo assim reduzir o consumo de papel. Isso porque o método de trabalho foi otimizado para evitar a impressão de qualquer documento.


A Câmara Municipal de Itapoá após adotar uma postura organizacional focada na redução da utilização de cópias impressas, consegue reduzir substancialmente o consumo de papel nas atividades legislativas e administrativas. Segundo o levantamento do setor de informática, o relatório de cópias das duas principais impressoras da Câmara, apresentaram uma substancial redução de aproximadamente 60% comparado com a média  mensal histórica.

Antigamente, via de regra, todos os documentos eram impressos em várias cópias, tanto para vereadores quanto para funcionários. Com a instalação do servidor de arquivos, os documentos são preferencialmente digitalizados e agrupados no servidor, ficando disponíveis para todos os funcionários e vereadores. Dessa forma, os documentos não precisam ser impressos, pois podem ser visualizados na intranet.

Para se entender melhor a economia, basta pensar num Projeto de Lei e seus anexos. Antigamente, era necessário imprimir diversas cópias para os vereadores. Com a digitalização do processo legislativo, os vereadores conseguem consultar todos os documentos dos Projetos de Lei diretamente do computador.

Até o final do ano, segundo a Câmara de Itapoá, todos os documentos a partir da emancipação do Município estarão disponíveis tanto na rede interna, quanto na Internet.

Confira os principais pontos desenvolvidos pelo setor de informática da Câmara de Itapoá
- Informatização de processos;
- Desenvolvimento e manutenção do servidor de arquivo;
- Software de gerenciamento de acesso e manutenção dos documentos;
- Configuração do scanner de rede (equipamento não funcionava por falta de configuração);
- Conscientização ambiental para a diminuição da utilização da fotocopiadora.

Os benefícios gerados são:
- Eficácia na consulta de informação, com fortes implicações na qualidade do trabalho desenvolvido pelos funcionários e maior produção dos trabalhos legislativos;
- Melhorias no nível do controlo dos processos de trabalho;
- Eficiência ambiental (menos toners, eletricidade e papel);
- Redução de gastos.



Artigo do IDEC – O lado escuro do papel

O papel continua na lista dos produtos de maior impacto ambiental. Para minimizar os danos, consumidores precisam rever seus hábitos de consumo e exigir mudanças no modo de produção.


Artigos relacionados:

http://www.idec.org.br/rev_servicosambiente.asp
http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/desenvolvimento/conteudo_474930.shtml
http://www.wrm.org.uy/boletim/131/consumo_excessivo.html
http://www.estiloecologico.com.br/2010/04/21/reduzindo-o-consumo-de-papel/

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar