Robalos voltarão à baía da Babitonga Imprimir E-mail
Natureza
Ter, 16 de Março de 2010 07:25

Robalos voltarão à BaíaNesta quinta-feira (18), técnicos do projeto “Babitonga Sustentável” vão fazer o primeiro repovoamento de alevinos de robalo nas águas da baía. Os alevinos serão soltos depois da reunião do Conselho de Desenvolvimento Regional, em Garuva.

O projeto “Babitonga Sustentável” engloba os estudos e projetos de viabilidade para o repovoamento de peixes na Baía Babitonga, o cultivo de peixes e camarões na região Norte e a reativação do Laboratório de Larvas de Camarão, em Itapoá.

Além disso, prevê ações de educação ambiental com a comunidade do entorno da baía, os quais são moradores de Joinville, Garuva, Araquari, Itapoá e São Francisco do Sul.

Participam do projeto a Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina), a Cidasc (Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina), a Univille, Instituto Federal Catarinense, Fundação 25 de Julho, Laboratório de Larvas de Camarão, Fórum Regional Empresarial, Polícia Militar Ambiental e proprietários de marinas e de pousadas da região.

O projeto “Babitonga Sustentável”, ainda, contempla o repovoamento de 500 mil alevinos de robalo, a instalação de um centro de referência tecnológico ambienta, a utilização da Ilha da Rita como centro de pesquisa e de turismo, a organização de um fórum permanente de discussão ambiental da baía, além da implantação de boias oceanográficas para monitoramento das águas e do clima.

As informações são do site AN.

 

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar