Depósito de lixo clandestino na Rua da Fazenda em Itapoá Imprimir E-mail
Natureza
Sex, 29 de Janeiro de 2010 10:00

Segundo moradores do balneário Jardim Verdes Mares e do balneário Real Itapoá II, um caso de crime ambiental acontece na Rua da Fazenda, que liga os dois balneários. Um depósito de lixo clandestino está causando mau cheiro, além da proliferação de ratos e baratas no local. Segundo o relato, o lixão clandestino está localizado na Rua da Fazenda, conforme o link do Google Maps.


O DI foi até o local e constatou o problema enfrentado pelos moradores. A maioria do lixo é proveniente de restos do comércio de coco da baía, sacolas plásticas e lixo, geralmente encontrado nas praias.  Há evidencias do trabalho de máquinas. O lixo se estende por aproximadamente 50m na lateral da Rua da Fazenda. É uma área de pouco fluxo de pessoas. Passar a pé pelo local é muito desagradável. Outro problema está relacionado ao fator ambiental, pois esta área, próxima a um córrego, não pode ser utilizada como aterro sanitário.

SURBI
Em contato com a empresa responsável pela coleta de lixo de Itapoá, a SURBI alegou desconhecimento sobre o aterro clandestino, e ressaltou que todo o lixo coletado pela empresa é encaminhado a um aterro sanitário, contratado pela mesma e processado, seguindo rigorosamente as normas ambientais. Prometeu ir até o local e investigar a situação, e inclusive limpando se possível.


Recentemente receberam uma denúncia de um caminhão que havia jogado lixo no Samambaial. Em seguida, foram até o local e constataram que se tratava de um supermercado (não identificado), que despejou seus produtos vencidos, inclusive carnes, provocando mau cheiro e risco de proliferação de doenças.


No comunicado, aproveitou para informar sobre um serviço de limpeza geral das áreas atingidas pela enchente no Município. A iniciativa  está sendo realizada nesta sexta-feira (29) . Logo após o carnaval, assim que terminar a alta temporada, a Surbi irá fazer um “pente fino” em  toda Itapoá. Além da coleta normal, a SURBI estará realizando um trabalho de coleta de lixo nas vias públicas e em alguns terrenos baldios. Hoje, serão coletados objetos e até móveis perdidos pela chuva. A iniciativa busca manter a cidade limpa e agradável, sem riscos para a população.


Fotos do lixão clandestino:

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar