Grande quantidade de lixo nas vias públicas e calçadas de Itapoá incomoda munícipes Imprimir E-mail
Natureza
Dom, 11 de Agosto de 2013 19:58

Grande quantidade de lixo nas vias públicas e calçadas de Itapoá incomodam munícipes.Diversos munícipes vêm reclamando sobre uma grande quantidade de lixo espalhada nas vias públicas e calçadas de Itapoá. “Parece que Itapoá foi abandonada, pois as ruas estão cada dia piores e mais sujas. Antes, tinha uma empresa que fazia uma limpeza, mas agora não vejo mais ninguém da Prefeitura fazendo esse serviço. Até quando isso vai continuar?”, questiona um munícipe, morador de Itapema do Norte, que preferiu não se identificar.


Há relatos de ausência da passagem dos caminhões coletores por mais de uma semana. Outro problema levantado pelos itapoaenses é que os coletores juntam todo o lixo que recolhem em esquinas, aonde até os caminhões passarem, animais dos mais diversos já espalharam todo o material, causando um impacto ambiental e paisagístico tremendo.


Sobre a coleta de lixo, a Prefeitura de Itapoá, por meio de sua Assessoria de Imprensa, informou que é de responsabilidade da empresa Surbi. “Quanto à questão da limpeza urbana, a Secretaria de Obras e Serviços Públicos está tomando as providências administrativas necessárias para normalização dos serviços”, conclui a resposta do Poder Executivo Municipal.


Sidnei, gerente de coleta da Surbi diz que, muitas vezes, os próprios moradores colocam o lixo após o caminhão já ter passado.  Além disso, ele comenta sobre o trabalho dos coletores de lixo da Cidade. “Nós trabalhamos com o sistema de bandeiramento, em que o coletor entra em ruas nas quais o caminhão não tem acesso. Os nossos colaboradores são orientados a rastelar o resíduo que fica no chão, espalhado por animais. Como o nosso município tem uma grande área, e a maioria das ruas não são viáveis para que o caminhão entre, é feito o bandeiramento”, informa o gerente.


Os munícipes que entraram em contato com o Diário de Itapoá, porém, garantem nunca ter visto qualquer coletor fazendo o citado rastelamento no lixo espalhado.


Sobre as reclamações, Sidnei comenta que verifica cada uma. “Sempre que recebo uma reclamação, vou ao local para ver o motivo, mas muitas vezes os próprios moradores colocam o lixo após o caminhão ter passado. Assim sendo, ele só vai pegar o lixo na próxima vez. Muitas vezes, o morador não possui lixeira. Assim, os animais espalham o lixo”, explica.


Marcos R. Bordun, supervisor operacional da Surbi, comenta alguns itens referentes à coleta de lixo na Cidade. Ele explica que as coletas em Itapoá são realizadas com regularidade. São três caminhões rastreados por GPS, trabalhando em horários alternados. A equipe é composta por quatro motoristas e 11 coletores, com escala alternada, dimensionada e com reservas para fins operacionais. “Todos os bairros são contemplados com coleta três vezes por semana, com exceção do interior (setores 5 e 7), onde a coleta é realizada com menor freqüência.


O supervisor também explicou o problema dos lixos espalhados. “Ocorre que muitos moradores ou proprietários de casas de veraneio colocam o lixo para foram em dias fora do roteiro de coleta, em locais como calçadas e pendurados nas cercas ou muros, facilitando o manuseio de catadores e de animais. Alguns colocam o lixo para fora somente após o caminhão da coleta ter passado. Também, já flagramos pessoas jogando lixo em terrenos baldios, comprometendo a aparência do município em detrimento da sua tendência natural de cidade turística”, conta.


O telefone para reclamações sobre o serviço de coleta é o 0800-643-0201. “Queremos aproveitar a oportunidade para divulgar e incentivar a utilização do nosso telefone para a realização de reclamações, pois é do nosso interesse realizar o serviço de coleta no munícipio com a melhor qualidade”, explica Marcos Bordun. Segundo ele, esse número já consta no carnê de cobrança de taxa de coleta de lixo e é uma das principais ferramentas para solucionar as reclamações sobre o serviço.



Do Diário de Itapoá.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar