Itapoá Saneamento apresenta seu plano de investimento a lideranças municipais Imprimir E-mail
Natureza
Sáb, 08 de Dezembro de 2012 11:41

Itapoá Saneamento apresenta o seu plano de investimento a lideranças municipais.Investimento de R$ 90 milhões, segundo a empresa, vai permitir que 100% da população tenha acesso a água de qualidade e seus esgotos tratados.


Segundo o prometido pela Itapoá Saneamento, em 2014, Itapoá acabará com o problema crônico de falta d'água no verão. Essa informação foi dada por Odair Mannrich, diretor geral da Serrana Engenharia (uma das controladoras da empresa, que desde outubro opera os serviços de água na cidade) em encontro com autoridades municipais, líderes comunitários e jornalistas nessa quarta-feira (05) em encontro no Hotel Pérola. "A Serrana está aqui faz 12 anos, trabalhando na coleta de lixo e na operação do sistema de abastecimento de água para a Prefeitura," disse Mannrich. "Por isso, conhecemos as dificuldades do município em investir no saneamento básico", completou. Mannrich garante que, com a concessão dos serviços para Itapoá Saneamento, a situação do abastecimento vai mudar: "No segundo ano da nossa operação, o problema da falta d'água no final de ano estará resolvido".


Metas contratuais

Ano Água Coleta Tratamento
2012 98% 0% 0%
1013 98% 0% 0%
2017 98,5% 30% 30%
2021 99% 55% 55%
2027 99,5% 80% 80%
2032 100% 100% 100%


"Itapoá sai na frente, mostrando o compromisso do poder executivo com a saúde da população," disse Yves Besse, presidente da CAB ambiental, que controla a empresa junto com a Serrana. "Tão importante quanto resolver os problemas da água, será a implantação do serviço de esgotamento sanitário que, até 2017, vai tratar 30% do esgoto e universalizar o serviço até o fim do contrato".


Pela lei, todos os municípios brasileiros têm até o ano que vem para apresentar seu plano municipal de saneamento e definir metas e prazos para universalizar o acesso aos serviços de água e esgoto. Itapoá dá o exemplo no Estado que tem uma das piores coberturas no tratamento de esgoto. Santa Catarina trata hoje, em média, 15% do seu esgoto.


O prefeito Mário Elói Tavares disse acreditar que a Itapoá Saneamento vá operar os serviços 100 anos e não os 30 anos previstos no contrato. "Demoramos quatro anos para dar encaminhamento a esse processo de concessão e tenho certeza que a competência da Itapoá Saneamento na resolução dos nossos problemas vai credenciá-la a operar o serviço por muito mais tempo", prevê o prefeito.


As construções da nova estação de tratamento de água e da estação de tratamento de esgoto começam a ser realizadas no ano que vem para, até o final de 2014, entrarem em funcionamento, segundo informou o diretor executivo da Itapoá Saneamento, Renato Camargo, à plateia formada por quase 90 líderes locais no encontro. "Já temos as licenças ambientais aprovadas para a área de 42 mil m² cedida pela Prefeitura, próximo ao Jardim da Barra", garantiu Camargo.


Márcio Savi, diretor institucional da Itapoá, garantiu aos presentes que além de trazer melhoria para qualidade de vida da população, a empresa trará emprego e renda para o município. "Vamos dar sempre dar preferência à mão de obra e fornecedores locais".


A Itapoá Saneamento vai investir mais de R$ 90 milhões, sendo que R$ 38 milhões nos primeiros cinco anos de contrato, para que 100% da população urbana da cidade tenha água de qualidade e na quantidade necessária nas torneiras, e todo o seu esgoto coletado e tratado.

Da RLC Press, Assessoria de Imprensa da Itapoá Saneamento, com fotos do Diário de Itapoá.


 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar