APREMAI: Novo Código Florestal e nossos mangues Imprimir E-mail
Natureza
Seg, 12 de Março de 2012 07:56

APREMAI alerta Itapoá para o impacto do novo Código FlorestalEm debate por meses o novo código florestal pode por em risco os nossos mangues. A atual proposta do código florestal para as áreas de mangue pode comprometer a preservação deste ecossistema importantíssimo para a economia local.


O novo texto em discussão no congresso permitirá que o mangue seja utilizado como criador de peixes e salinas. Variando entre 10 % para estados como Maranhão, Pará e Amapá e até 35% nos demais estados do Brasil. Os mangues são áreas de preservação permanente e devem ser conservados. Estudos da Universidade de São Paulo indicam que 70% dos peixes, crustáceos e moluscos pescados no país tem relação direta com nossos manguezais.


A APREMAI como defensora do mangue faz um alerta para os possíveis impactos que esse novo código pode acarretar para a biodiversidade. Respeite o mangue. Respeite a natureza. Respeite a vida.


Informações do Presidente da APREMAI Carlos Sentone e texto do Engenheiro Florestal Herman Shiraishi, novo colaborador da APREMAI.


 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar