Estranho fenômeno em pleno e raro dia 29 de fevereiro provoca espécie de “caça ao tesouro” no balneário Cambiju Imprimir E-mail
Natureza
Sex, 02 de Março de 2012 06:20

Caça ao tesouro em ItapoáNessa quarta-feira (29), na beira mar entre as ruas 610 e 620, balneário Cambiju, foi realizada uma espécie de caça ao tesouro. O mar estava devolvendo à areia muitas coisas que iam além de simples restos de plantas, animais marinhos e sujeira comumente vistos nessas ocasiões.  Entre vários objetos, era possível encontrar óculos de sol, presílias de cabelo, latinhas, sacolas, chinelos, entre outros. Mas o que chamou a atenção e empolgou quem passava pelo local foi o dinheiro que estava aparecendo. Eram notas de R$ 10 e de R$ 5. Várias foram encontradas segundo a leitora do Diário de Itapoá, Sueli Sampaio, que foi quem nos enviou estas informações e fotos. “Até eu achei dinheiro, em menos de cinco minutos que lá fiquei. Todas as pessoas que passavam não se continham e paravam para ver. Estava ocorrendo um verdadeiro jogo de caça ao tesouro. Todos se empolgaram. Contudo, creio que deveríamos ter procurado com um rastelo, pois assim limparíamos também o lixo acumulado no mar, que ele simplesmente estava vomitando”, contou Sueli.


Do Diário de Itapoá, com informações e fotos cedidas por Sueli Sampaio, leitora do site.


 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar