Aumento do nível do mar até 2100 é ameaça para território itapoaense Imprimir E-mail
Natureza
Qua, 16 de Fevereiro de 2011 09:44

universidade do Arizona EUA - simulação para Itapoá SC Brasil Segundo estudo da Universidade do Arizona, as águas do mar podem subir cerca de um metro neste século,  e dessa forma comprometer drasticamente os principais pontos urbanos de Itapoá.


Mantida a tendência de aquecimento, as projeções científicas indicam que até 2100 o nível do mar subiria até um metro. "Se isso acontecer as cidades terão que enfrentar erosão, enchentes e inundações permanentes", disse Jeremy Weiss, especialista do departamento de geociências da Universidade do Arizona (EUA) e chefe da pesquisa.


A equipe de Weiss examinou a área que seria perdida em 180 cidades americanas caso o nível do mar se elevasse de um a seis metros. Na pior das hipóteses, cerca de um terço das cidades desapareceria. "Nosso trabalho vai ajudar as pessoas a tomar decisões mais precisas sobre o que fazer com relação ao aumento do nível do mar e o aquecimento global", disse Jonathan Overpeck, co-autor do estudo.


O aumento do nível do mar pode ameaçar 9% do território das principais cidades costeiras dos EUA até 2100. De acordo com estudo que será publicado no periódico americano Climatic Change Letters, o Golfo do México e a região do estado da Flórida, no sul dos EUA seriam as áreas mais afetadas.


Os pesquisadores desenvolveram uma ferramenta online capaz de exibir as projeções para o crescimento do nível do mar em todos os continentes. O site pode ser acessado aqui.

O Diário de Itapoá utilizou a ferramenta desenvolvida pela Universidade do Arizona, e simulou como o território itapoaense seria afetado com o aumento do nível do mar até 2100. O resultado foi surpreendente, pois uma enorme área seria inundada, afetando os principais pontos urbanos atualmente existentes.


Fontes: 

http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/aumento-do-nivel-do-mar-ameaca-cidades-americanas

http://geongrid.geo.arizona.edu/arcims/website/slrworld/viewer.htm



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar