Nesta sexta-feira (09) será assinada a ordem de serviço para dragagem de aprofundamento do canal de acesso ao Porto de São Francisco do Sul Imprimir E-mail
Natureza
Qui, 08 de Julho de 2010 06:00

Draga SeawayNesta sexta-feira (9), às 10h30min, a Secretaria de Portos (SEP) dará início a mais uma obra de dragagem de aprofundamento, prevista no Programa Nacional de Dragagem (PND), com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). A ordem de serviço será assinada pelo Diretor de Planejamento Portuário, Jorge Luiz Zuma e Maia, que representará o Ministro Pedro Brito durante uma cerimônia na Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional (SDR) - Joinville (na rua Nove de Março, 817), no centro de Joinville. O Governador do Estado, Leonel Pavan, confirmou presença no evento.

O Porto de São Francisco do Sul, situado na Baía da Babitonga, é um dos principais pontos de entrada e saída de mercadorias do Sul do Brasil. Diante disso, os investimentos por parte da SEP irão beneficiar a infraestrutura do porto, resultando diretamente na situação econômica da região.

O consórcio Van Oord-Boskalis, venceu a licitação pelo valor de R$ 97,9 Milhões. De acordo com o projeto, o porto passará pelo processo de dragagem (retirada de sedimentos) e derrocagem (retirada de pedras). Serão dragados 4,3 milhões de metros cúbicos, que deixarão o porto com a profundidade de 14 metros. Atualmente o porto opera com 12 metros.

Dois grandes equipamentos estão sendo deslocados para a execução dos trabalhos: A draga Sea Way (imagem), vinda de Buenos Aires, com 13.255 metros cúbicos de cisterna, fará a dragagem do canal externo e interno em 6 meses; a Hippopotes, de 1600 KW, irá retirar o material que será perfurado e detonado, na segunda fase, em aproximadamente 7 meses de obra.

Pedro Brito ressalta a importância das obras de dragagem, que estão acontecendo em 18 portos do país, por meio da SEP, como primordiais para o desenvolvimento da economia brasileira.

Conforme vem sido discutido há tempos pelo DI e seus internautas, o tema preocupa, e muito, o município de Itapoá, tendo em vista que a dragagem do Porto de São Francisco do Sul é considerada, por especialistas, a possível causadora dos problemas relacionados à erosão da orla no Município. Mais uma vez, faz-se um grande alarde em torno do tema, considerando apenas o seu aspecto econômico, sem qualquer citação quanto aos problemas ambientais que o tema abrange.

As informações são da Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR) de Joinville, com adaptação do Diário de Itapoá.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar