Liminar contra o irregular fornecimento de água na temporada de Itapoá é deferida no último dia de 2012 Imprimir E-mail
Justiça
Seg, 14 de Janeiro de 2013 21:23

Liminar para imediato reestabelecimento do fornecimento de água na temporada em Itapoá.O advogado curitibano Fabiano Alves de Melo da Silva não suportava mais a falta de água na residência de seus pais, em Itapoá, durante a temporada. Ele conta que se viu obrigado a buscar o plantão judiciário através de um pedido liminar, alegando defeito na prestação de serviço e requerendo o fornecimento imediato da água. Tal solicitação foi realizada no último dia de 2012, 31 de dezembro. “Para a minha surpresa, a Juíza de plantão, Dra. Karen Francis Schubert Reimer, deferiu a liminar (imagem) no mesmo dia, e determinou o imediato fornecimento de água”, conta o advogado.

Na justificativa, estava a falta de fornecimento de água potável que naquele dia (31 de dezembro) já completava seis dias. No mesmo dia, a Juíza de plantão determinou o imediato fornecimento de água. Além da alegação do defeito na prestação de serviços, a ação conta, também, com um pedido de indenização por perdas e danos morais sofridos pelos autores e suas família, uma vez que foram impossibilitados de passarem juntos o período festivo de Ano Novo, segundo Fabiano.

A informação é de que passados os dez primeiros dias do ano de 2013, o reestabelecimento da água ainda não estava regular no referido imóvel. “Ela está tendo o fornecimento contínuo e diário, mas deficiente. Sendo assim, iremos protocolar pedido junto à Meritíssima Juíza Dra. Karen Francis Schubert Reimer, requerendo que seja aplicada a multa diária constante na petição inicial pelo descumprimento da determinação judicial (liminar)”, explica o advogado que cuida do caso.

Fabiano Alves de Melo da Silva ressalta, ainda, que a referida ação objetiva a condenação da empresa (Itapoá Saneamento) em indenização à cliente quanto aos danos morais, perdas e danos. “Mas isso no final da Ação, quando for julgado o mérito da causa, pois nesse primeiro momento está sendo verificado o pedido de liminar para o reabastecimento com urgência”, conclui o advogado.


Do Diário de Itapoá, com informações do advogado Fabiano Alves de Melo da Silva.



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar