Gincana Cultural e Esportiva movimentou os dois últimos finais de semana em Itapoá Imprimir E-mail
Esporte
Qua, 29 de Abril de 2009 07:20

Em comemoração ao aniversário de Itapoá (ocorrido no último domingo, dia 26) e promovendo uma integração entre os jovens do Município, a Secretaria Municipal de Esporte e Juventude promoveu mais uma edição da tradicional Gincana Cultural e Esportiva.
Contando com nove equipes de 16 integrantes cada, a Gincana contabilizou 144 participantes. Em relação ao ano passado, houve um acréscimo de duas equipes e a meta da Secretaria de Esportes e Juventude é contar com 15 equipes na Gincana do ano que vem. “Uma queixa geral das equipes é que estava ficando muito caro participar das Gincanas nos últimos anos. Eram realizadas tarefas, em que era necessário muito investimento por parte das equipes. Então, o pessoal passou a desistir, pois quem estava vencendo eram as equipes que tinham um maior poder aquisitivo. Então, assumimos um compromisso com todas as equipes, de elaborarmos tarefas e atividades em que o poder aquisitivo não traria resultado e assim foi a Gincana deste ano”, conta Sérgio Cavalo, Diretor da Secretaria Municipal de Esportes e Juventude de Itapoá.

As provas da Gincana contaram com tarefas de raciocínio, força física, resistência, estratégia e atividades de cunho cultural. O grande destaque, como sempre, fica por conta da já famosa Prova do Mato que este ano ocorreu na região da Jaca (Jaguaruna), nas imediações do oleoduto, entre morros da região. “A Prova do Mato, na verdade, é o ponto alto da Gincana. Desde que houve a primeira Prova do Mato, ela nunca mais deixou de ocorrer. Hoje, no entendimento da moçada, não existe Gincana sem a Prova do Mato”, relata Sérgio. Este ano, a prova teve como título “Sete Vírus”, isso porque contava com sete paradas no decorrer da trilha, em que eram realizadas atividades paralelas. “Essas tarefas traziam a idéia de vírus e antídoto. Cada equipe levou consigo uma boneca de plástico. Caso a equipe não realizasse alguma tarefa, o vírus contaminava e a equipe perdia um membro da boneca. No final da prova, na linha de chegada, recolhemos as bonecas e para cada membro a menos, acrescentamos dois minutos ao tempo total da equipe na Prova do Mato, visto que a prova era por tempo”, descreve Sérgio Cavalo.

O resultado final da Gincana foi o seguinte:

Colocação – Equipe – Pontuação
1º - Os Nativos – 7.030
2º - Anarquia – 6827,5
3º - Os Malas – 6.730
4º - Só Diretoria – 6727,5
5º - Os Perdidos – 6.612,5
6º - Ira – 6537,5
7º - STL – 6525
8º - Panteras – 6497,5
9º - Caça – 6492,5

A Secretaria de Esportes e Juventude agradece às equipes participantes, aos apoiadores e aos patrocinadores do evento. “A realização foi da Prefeitura Municipal de Itapoá. Contamos com o apoio da Caixa Econômica Federal, agência Itapoá, do Coterra, do Clube Trilheiros Italama, do Restaurante do Alemão, da Folha de Itapoá, do Jornal em Foco, do Diário de Itapoá, que estava com algumas notas desde o começo das inscrições, informando o pessoal, da Itapoá FM (rádio comunitária) e, também, da 99,9 FM que nos auxiliou na divulgação do evento, inclusive, cedendo espaço para divulgarmos as tarefas. Sem esquecermos, é claro, do nosso grande patrocinador, TECON (Terminais Portuários) de Santa Catarina”, finaliza Sérgio.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar