Caetano Vargas conquistou nesse domingo (04), na Praia de Maresias, seu primeiro título no WQS Imprimir E-mail
Esporte
Dom, 04 de Julho de 2010 17:00

A competição terminou hoje (04), com a vitória do itapoaense Caetano Vargas. Depois de passar por Victor Ribas e por Renato Galvão, Caetano Vargas derrota Magno Pacheco na decisão da etapa quatro estrelas do WQS.


Para Caetano Vargas, derrotar Victor Ribas nas quartas de final, no sábado, já estava de bom tamanho. Era uma vitória sobre o brasileiro que detém o melhor resultado na história do Circuito Mundial - terceiro lugar em 1999. Mas ele foi além. Neste domingo, venceu mais duas baterias e faturou, no WQS quatro estrelas de Maresias, seu primeiro caneco internacional da carreira.

Chegar nas semifinais de um WQS já era uma façanha inédita para o paranaense de 23 anos. E, naquela fase, o adversário seria Renato Galvão, ubatubense que, em 2004, conquistou o título do Circuito Brasileiro profissional. Não deu chances.


A final, então, seria contra Magno Pacheco. Abriu a disputa com uma nota 7,83. Pacheco, com 5,67, estava na briga, mas remava para ondas fracas. Pegou seis que renderam a ele menos do que 3,00 pontos. Caetano foi mais seletivo. Escolheu três ondas ruins, mas, na quarta, enfim conseguiu uma boa nota: 6,07. Com 13,90 pontos, contra 8,90 do adversário, assegurou o caneco.


Pela primeira vez na carreira, Caetano Vargas vence uma etapa do WQS, e ainda sobre o surfista que tem o melhor resultado brasileiro na história do Circuito Mundial. Após vencer o duelo com Victor Ribas, Caetano deu uma entrevista para o Globo Esporte da TV Globo:

- Só vencer o Victor Ribas, um cara que foi WCT por tantos anos, o melhor brasileiro no ranking mundial em toda a história, já me deixou muito feliz e mais ainda pela classificação e pelo meu primeiro pódio numa etapa do WQS. Minha estratégia hoje aqui foi a sorte. As ondas estão demorando muito pra entrar agora, então não dá para desperdiçar. Eu consegui surfar bem, manobrar forte e deu tudo certo.


Conheça um pouco melhor Caetano Vargas:

Um fenômeno do surf nacional. Caetano Vargas, 23 anos, surfista profissional, natural de Rolândia-PR, e atualmente morador de Itapoá, é um dos destaques do cenário nacional do surf profissional. Começou a praticar o surf como ajuda no tratamento de uma bronquite alérgica. 


Na terceira pedra, lugar muito conhecido por apresentar a melhor formação de ondas em Itapoá, foi o local escolhido por Caetano para começar e desenvolver sua habilidade no surf. Já no início da carreira, surpreendeu pela desenvoltura e com pouca idade começou a disputar campeonatos amadores da região.


Blog do atleta: http://caetano-vargas.blogspot.com/


A equipe Diário de Itapoá parabeniza o atleta itapoaense Caetano Vargas por mais essa conquista.


Matéria relacionada:

Conheça um pouco sobre a trajetória do surfista profissional Caetano Vargas, morador e orgulho de Itapoá-SC


Fotos do evento de Daniel Smorigo:


Vídeos do evento:

Dim lights Embed Embed this video on your site


O campeão Caetano Vargas teve que enfrentar grandes nomes para conquistar o caneco dessa etapa do WQS. Confira os desafios:


Primeira fase:
1.a: 1-Martin Passeri (ARG), 2-Ricardo dos Santos (SC), 3-Alon Campestrini (SC)
2.a: 1-Ricardo Ferreira (SP), 2-Odarci Nonato (SP), w.o-Marthen Pagliarini (SC), w.o-Sávio Carneiro (PE)
3.a: 1-Pedro Henrique (RJ), 2-Felipe Teixeira (SC), 3-Bryan Franco (SP)
4.a: 1-Raphael Becker (SC), 2-Gustavo Henrique (SC), w.o-Franklin Serpa (BA)
5.a: 1-Tamaê Bettero (SP), 2-Krystian Kymmerson (ES), 3-Gabriel Adisaka (SP)
6.a: 1-Emerson Piai (SP), 2-Greg Cordeiro (SC), 3-Emerson Santos (SP)
7.a: 1-Magno Pacheco (SP), 2-Caio Ibelli (SP), 3-Ulisses Meira (PB)
8.a: 1-Thiago de Sousa (CE), 2-Leandro Usuña (ARG), 3-Diego Bispo (SP)
9.a: 1-Caetano Vargas (PR), 2-Dodô Veiga (SP), 3-Nathan Brandi (SP)
10: 1-Sidney Guimarães (SP), 2-Jadir Fortes (SP), 3-Ackean Phillips (JAM), w.o-Pablo Paulino (CE)
11: 1-Messias Felix (CE), 2-Chris Dennis (TTO), 3-Lucas Santamaria (ARG)
12: 1-Adriano Camargo (SP), 2-Beto Fernandes (SP), 3-Felipe Ximenes (SC)
13: 1-Wilson Nora (BA), 2-Caio Faria (SP), 3-Alan Saulo (PB)
14: 1-Pedro Norberto (SC), 2-Itim Silva (CE), 3-Leandro Bastos (RJ), 4-Wellington Carane (SP)
15: 1-Luciano Brulher (SC), 2-Alex Cunha (SP), 3-Peterson Rosa (PR)
16: 1-Denis Tihara (BA), 2-Gustavo Sanches (SP), 3-Leo Hereda (BA), w.o-Rudá Carvalho (BA)

Segunda fase:
1: 1-Hizunomê Bettero (SP), 2-Martin Passeri (ARG), 3-Odarci Nonato (SP), w.o-Marco Fernandez (BA)
2: 1-Ricardo dos Santos (SC), 2-Saulo Junior (SP), 3-Ricardo Ferreira (SP), 4-Junior Faria (SP)
3: 1-Robson Santos (SP), 2-Odirlei Coutinho (SP), 3-Pedro Henrique (RJ), 4-Gustavo Henrique (SC)
4: 1-David do Carmo (SP), 2-Felipe Teixeira (SC), 3-Raphael Becker (SC), w.o-Yuri Sodré (RJ)
5: 1-Bernardo Lopes (BA), 2-Greg Cordeiro (SC), 3-Marcio Farney (CE), 4-Tamaê Bettero (SP)
6: 1-Krystian Kymmerson (ES), 2-Emerson Piai (SP), 3-Beto Mariano (SP), w.o-Jihad Khodr (PR)
7: 1-Magno Pacheco (SP), 2-Jano Belo (PB), 3-Leandro Usuña (ARG), 4-Charlie Brown (CE)
8: 1-Thiago de Sousa (CE), 2-Caio Ibelli (SP), w.o-Marco Polo (SC). w.o-Mateus Toledo (SP)
9: Wiggolly Dantas (SP), Alan Donato (PE), Caetano Vargas (PR), Jadir Fortes (SP)
10: Flavio Nakagima (SP), Victor Ribas (RJ), Sidney Guimarães (SP), Dodô Veiga (SP)
11: Diego Rosa (SC), Guilherme Ramalho (SC), Messias Félix (CE), Beto Fernandes (SP)
12: Tomas Hermes (SC), Jorge Spanner (RJ), Adriano Camargo (SP), Chris Dennis (TTO)
13: Jerônimo Vargas (RJ), Igor Morais (RJ), Wilson Nora (BA), Itim Silva (CE)
14: Simão Romão (RJ), Marco Aurélio (SP), Pedro Norberto (SC), Caio Faria (SP)
15: Renato Galvão (SP), Dunga Neto (CE), Luciano Brulher (SC), Gustavo Sanches (SP)
16: Rodrigo Dornelles (RS), Álvaro Bacana (MA), Denis Tihara (BA), Alex Cunha (SP)


Terceira fase:
1ª:1-Odirlei Coutinho(SP),2-H. Bettero(SP), 3-FelipeTeixeira(SC), 4-Ricardo Santos(SC)
2ª:1-David do Carmo(SP),2-Robson Santos(SP), 3-Martin Passeri(ARG), 4-Saulo Junior(SP)
3ª:1-Caio Ibelli(SP),2-Jano Belo(PB), 3-Krystian Kymmerson(ES), 4-Bernardo Lopes(BA)
4ª:1-Thiago de Sousa(CE),2-Magno Pacheco(SP), 3-Greg Cordeiro(SC), 4-Emerson Piai(SP)
5ª:1-Diego Rosa(SC),2-Adriano Camargo(SP), 3-Wiggolly Dantas(SP), 4-Flavio Nakagima(SP)
6ª:1-Victor Ribas(RJ),2-Caetano Vargas(PR), 3-Jorge Spanner(RJ), 4-Messias Felix(CE)
7ª:1-Renato Galvão(SP),2-Igor Morais(RJ), 3-Caio Faria (SP), 4-Alex Cunha(SP)
8ª:1-Wilson Nora(BA),2-Denis Tihara (BA), 3-Marco Aurélio(SP), 4-Dunga Neto(CE)


Quarta fase:
1ª:1-David do Carmo(SP),2-Magno Pacheco(SP),3-Jano Belo(PB),4-Odirlei Coutinho(SP)
2ª:1-Thiago de Sousa(CE),2-Caio Ibelli (SP),3-Hizunomê Bettero(SP),4-Robson Santos (SP)
3ª:1-Victor Ribas(RJ),2-Denis Tihara(BA),3-Diego Rosa(SC),4-Igor Morais(RJ)
4ª:1-Renato Galvão(SP),2-Caetano Vargas(PR),3-Wilson Nora(BA),4-Adriano Camargo(SP)


Quartas de final:
1. David do Carmo (SP) 17,10 x 14,83 Caio Ibelli (SP)
2. Magno Pacheco (SP) 12,27 x 8,37 Thiago de Sousa (CE)
3. Caetano Vargas (PR) 12,13 x 10,34 Victor Ribas (RJ)
4. Renato Galvão (SP) 13,60 x 7,17 Denis Tihara (BA)


Semifinais:
1. David do Carmo (SP) x Magno Pacheco (SP)
2. Renato Galvão (SP) x Caetano Vargas (PR)


Final:

1. Caetano Vargas (PR) x Magno Pacheco (SP)


Campeão: Caetano Vargas (PR).


Fonte: Globo Esporte

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar