Entrevista com Joarez Antonio Santin (Barracão) Imprimir E-mail
Entrevistas
Dom, 01 de Fevereiro de 2009 10:55

Joarez SantinO Diário de Itapoá, já em sua estréia, entrevista uma das figuras mais importantes de Itapoá na atualidade, o atual Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Joarez Antonio Santin. Reeleito vereador no ano passado (2008), com 571 votos, Barracão, como é popularmente conhecido, bateu recorde histórico de votação para vereador no município. Aos 44 anos de idade, sua história com Itapoá começou a ser escrita há 26 anos, quando ele saiu de Barracão no Paraná, com 17 anos de idade, para trabalhar e acabou ficando, como ele mesmo diz. Há pouco mais de quatro anos, entrou na política, quando foi eleito vereador pela primeira vez. Na entrevista, ele fala um pouco de seus projetos e de sua relação com a população.


Como o senhor recebeu a notícia de uma votação tão expressiva como foi a sua na última eleição, sendo inclusive um recorde de votações para vereador em toda a história do município?
Na verdade, eu fiquei surpreso e muito feliz. Eu até esperava que me reelegesse, mas realmente, o povo deu um voto de confiança muito grande no meu trabalho e pretendo continuar trabalhando muito para corresponder a altura. Isso é um reconhecimento do meu trabalho na Câmara, principalmente na área de esportes em que atuei bastante. Vale lembrar que não fui eleito por uma comunidade específica, mas que fiz uma quantidade grande de votos em todas as urnas. Ou seja, não sou o vereador de um bairro ou outro, mas sim de Itapoá como um todo. Por isso, meu compromisso é com todas as comunidades.


Como o senhor pretende retribuir tanta confiança dos eleitores?
Como vereador, quero continuar da mesma forma, sendo companheiro do povo e nunca deixar de atendê-lo. Quero continuar com meus projetos na área de esportes e, principalmente, ampliar ainda mais minha atuação em outras áreas que os munícipes necessitem, para eu ser bem lembrado no futuro.


Qual a prioridade de trabalho na Câmara? Existe algum projeto imprescindível no momento?
Agora, já conversamos entre os vereadores e o principal projeto de momento é a construção do prédio próprio da Câmara. Outro projeto importantíssimo é o de revisão da Lei Orgânica do Município que precisamos concluir esse ano, porque já houve muito tempo para fazer e não foi feito. Um terceiro projeto seria a revisão do Plano Diretor, também bastante importante.


Existe algum projeto de investimento em cultura? Alguma previsão para esse início de legislatura?
Esse tipo de projeto é elaborado no Poder Executivo. Podemos, no Legislativo, até elaborar alguns projetos, mas precisa ser de acordo com eles (Executivo). O orçamento aprovado na legislatura passada trata de alguns projetos na área de cultura, então devemos ter algum investimento, sim.


Qual sua relação com o Projeto 2º Tempo aqui em Itapoá?
O Projeto 2º Tempo é uma história que começou com uma amizade que eu tinha. Eu trabalhava, em Brasília-DF, com o atual Ministro do Esporte (Orlando Silva). Ele era chefe de gabinete de um deputado, onde eu trabalhei também. Trabalhamos juntos por quase quatro anos. Eu fiquei sabendo que existia esse Projeto 2º Tempo no Paraná e me informei, conseguindo o primeiro núcleo desse projeto em Itapoá, no ano de 2006. Logo na sequência, conseguimos ampliar para dois núcleos. Hoje, desde o final do ano passado (2008), contamos com três núcleos desse projeto. A batalha não foi fácil, mas tive muito apoio dos vereadores da gestão passada e também do Prefeito anterior que ajudou muito. Com isso, acabou sendo menos difícil conseguir implantar esse projeto. O que temos que fazer, é garantir que o atual Prefeito mantenha esse projeto, que é tão importante para as crianças que são o futuro de Itapoá. O Projeto 2º Tempo atende 600 crianças, em três núcleos de 200 crianças cada. Cada um desses três núcleos recebe do Governo Federal um repasse de R$ 150.000,00 por ano, totalizando uma verba de R$ 450.000,00 que a Prefeitura não precisa desembolsar, porque é repasse Federal. Pretendo contar com o apoio dos vereadores de agora para não deixarmos que esse projeto deixe de existir em Itapoá.

Na Prática, como funciona esse projeto?


Tratam-se de atividades recreativas e esportivas que as crianças praticam em seus contra-turnos escolares e que, no caso de Itapoá, funcionam três dias por semana. Cada núcleo conta com quatro profissionais de Educação Física que são pagos pelo Governo Federal.


Caso alguém da comunidade queira fazer alguma reivindicação, algum elogio ou, então, alguma sugestão à Câmara, como deve proceder?
Basta comparecer aqui na Câmara, no horário de funcionamento da Casa que é das 07:30 às 13:30 horas, que sempre terá algum vereador ou alguém que poderá atender o munícipe nesse sentido.


Qual a mensagem que o senhor deixa para os itapoaenses?
Quero dizer que vou continuar trabalhando pelos interesses coletivos do povo de Itapoá. Todos os vereadores, aqui da Câmara, estão unidos pelo bem do município. Estamos à disposição de todos os munícipes. Estaremos, em breve, indo até as comunidades para acolher as sugestões e críticas da população. Tudo, na intenção de aproximar a Câmara dos itapoaenses.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar