Projeto de educação moral e cívica na Escola Estadual Nereu Ramos Imprimir E-mail
Educação
Qua, 09 de Abril de 2014 10:14

projeto de educação moral e cívicaProjeto pedagógico de Filosofia e Sociologia promove lições de educação moral e cívica. Duas vezes por semana os alunos cantam o hino e diariamente é feito o hasteamento e o arriamento das bandeiras.


A Escola Estadual Nereu Ramos iniciou no ano de 2014, um projeto de educação moral e cívica. Trata-se de um projeto que busca o fortalecimento da unidade nacional e do sentimento de solidariedade humana, o aprimoramento do caráter, com apoio na moral, na dedicação à família e à comunidade e o preparo do cidadão para o exercício das atividades cívicas com fundamento na moral, no patriotismo e na ação construtiva, visando o bem comum.

O projeto é desenvolvido pelo professor Levi, da disciplina de Filosofia, e professora Mauren, da disciplina de Sociologia, e conta com a participação dos professores das demais disciplinas, dos alunos do período diurno e acompanhados pela professora Débora - Coordenadora de Projetos da Escola.

O projeto iniciou neste ano letivo e todos os dias é feito o hasteamento das bandeiras no início da manhã pelos alunos do turno matutino e o arriamento das bandeiras no final do dia pelos alunos do turno vespertino, organizados numa escala de atividades diárias das turmas.

“Educar significa também formar consciência cívica e incentivar nos alunos o amor à pátria. Numa democracia tal atitude não se dá através da chibata e do medo, como outrora acontecia, mas por meio do estímulo e do aprendizado”, disse a professora Mauren.

“A ideia deste projeto é estimular a prática do civismo e a identidade cidadã que não pode resumir-se apenas em cantar hinos e fazer manifestações solenes”, diz o estudante Lincoln Pradal, Presidente do Grêmio Estudantil da EEB Nereu Ramos.

O objetivo do projeto foi resgatar o respeito e o amor ao Hino Nacional e ao Hino de Itapoá, além do aprendizado e do resgate do civismo. “Na nossa Escola, os alunos já sabem: toda segunda-feira é dia de cantar o hino antes de a aula começar e toda sexta-feira é dia de cantar o Hino antes da última aula terminar.  As turmas se reúnem em frente à escola, formam filas e já ficam apostas: posição de sentido e muita disposição para o momento cívico”, disse a professora Débora, Coordenadora de Projetos da Escola Nereu Ramos.

De acordo com o professor Levi, trata-se de uma iniciativa importante, porque contribui para formar cidadãos conscientes do valor de ser patriótico, demonstrando respeito pela nação. “É uma sementinha que estamos plantando agora e que vai brotar no futuro”, afirma. Para ele, ter postura adequada ao cantar o hino, saber a ordem das frases e estrofes e pronunciar as palavras corretamente, além de entender o sentido da composição, são fatores fundamentais para o exercício da cidadania. Ele acredita que o ato cívico deve estar presente em cada gesto e atitude do cidadão, desde não jogar lixo no chão até transformar o desperdício em consumo consciente.

“Priorizamos o ato de cantar o hino na escola, porque acreditamos ser uma das formas de fortalecer o amor à Pátria e, ao mesmo tempo, mostrar aos alunos o quanto é importante valorizar nossa Cidade, nosso Estado e País através dessas canções”, comenta a diretora Jane Maria Scholze.

Do Diário de Itapoá, com informações e fotos da Escola Estadual Nereu Ramos.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar