Aluno do Polo Itapoá do IFSC dá exemplo de superação Imprimir E-mail
Educação
Sex, 31 de Agosto de 2012 10:06

Aluno do Polo Itapoá do IFSC é exemplo de superação.Entre os mais de 16 mil alunos que o Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) atende atualmente, alguns merecem destaque, seja pelo bom desempenho, dedicação nos estudos ou história de vida. Roberto Ferreira Lima, de 42 anos, é um deles. Morador de Itapoá, casado e pai de dois adolescentes, Roberto é um exemplo de superação. Filho de uma família humilde, trabalhou desde os 12 anos em Curitiba, sua cidade natal. Durante 10 anos, foi eletricista, enquanto fazia os cursos técnicos em administração e em mecatrônica. Em 2003, ao trabalhar com a rede de alta tensão energizada da Companhia Paranaense de Energia - COPEL, Roberto sofreu um acidente e precisou amputar os dois braços.

Desde então, o computador se tornou uma ferramenta essencial na vida de Roberto. “É através dele que escrevo, leio, jogo, converso e me atualizo”, explica. Após ter descoberto o curso com colegas da primeira turma do curso técnico de Informática para Internet do polo Itapoá, a vontade de saber mais sobre o assunto foi maior do que as dificuldades que enfrentou para estudar. “O curso do IFSC é uma grande oportunidade em nossa cidade, pois não temos colégios com curso profissionalizante, muito menos faculdades”, diz.

Durante uma hora de viagem de ônibus, às segundas-feiras de noite, Roberto participava das aulas presenciais no polo Itapoá, localizado no laboratório de informática da Escola Municipal Frei Valentim. As atividades eram feitas com os próprios pés, utilizando o mouse e o teclado virtual no chão. “Tive dificuldades, mas os professores foram claros nas suas explicações e tive toda disciplina de estudo e pesquisa que um curso a distancia exige”, explica.

Roberto explica que o apoio dos tutores do curso e a ajuda dos colegas de turma e dos familiares sempre o incentivou para o sucesso de suas realizações acadêmicas. “Meu próximo objetivo é fazer uma faculdade de teologia a distância”, declara. Roberto também tem interesse por essa área de estudos por gostar da história da religião católica. “Durante a minha rotina, eu sou voluntário de uma igreja cristã onde faço palestras e trabalho como coordenador paroquial de catequese e como catequista”, explica.


Formatura

Roberto foi um dos formandos da segunda turma do curso técnico de Informática para Internet do Polo Itapoá. A solenidade ocorreu no dia 18 de agosto, no Centro Multiuso de São José, juntamente com os demais cursos técnicos do Campus Florianópolis. A cerimônia contou com a presença dos familiares dos alunos e do diretor-geral do Campus Florianópolis, Maurício Gariba Júnior.

Para o tutor presencial do curso, Daniel Dias Fernandes, Roberto foi quem mais o emocionou dentre os seis formandos de Itapoá. “Apesar de todas as dificuldades que Roberto teve que superar em razão da falta dos membros superiores do corpo, ele foi um aluno bem esforçado e participativo”, conta.


Formandos da segunda turma do curso técnico de Informática para Internet do Polo Itapoá

Joselice Pereira de Oliveira Assunção
Leni Sikora de Araujo
Marcos João dos Santos
Nailor Siqueira Frizzo
Ocimar Alexandre Prost
Roberto Ferreira Lima


Texto e fotos do site do IFSC (Instituto Federal de Santa Catarina).



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar