Água da chuva começa a baixar, mas situação continua preocupante em Itapoá, principalmente na Barra do Saí Imprimir E-mail
Defesa Civil
Dom, 24 de Janeiro de 2010 12:39

Janayna GomesNa manhã de hoje (24), no centro da cidade de Itapoá, região mais atingida pela enxurrada, a chuva continua, mas em menor intensidade e em intervalos, com abertura de sol em determinados momentos. Além da chuva, outro problema enfrentado pelos munícipes são as frequentes quedas de energia elétrica, sendo a última registrada às 12h10min, com retorno às 12h50min.

 

O Prefeito Municipal Sr. Ervino Sperandio, decretou Estado de Emergência, no dia 23 de janeiro, em decorrência dos problemas ocasionados pelas fortes chuvas.

O grupo RBS TV, filial da Rede Globo, através de reportagem publicada no Jornal Nacional do dia 23 de janeiro, deu proporção nacional ao acontecimento na cidade de Itapoá.

O DI percorreu os pontos de alagamento registrados ontem (23), no centro da cidade, e constatou “in loco”, que a maioria das vias públicas voltaram a ficar transitáveis. As galerias e estruturas de escoamento pluvial continuam no limite da capacidade.

Agora, a preocupação das autoridades está voltada para as comunidades ribeirinhas da Barra do Saí, devido ao nível do rio Saí Mirim. Além disso, a Estrada Cornelsen, na ponte sobre o rio Saí Mirim, continua em meia-pista e bloqueada para veículos pesados. As obras para o reforço da cabeceira da ponte continuam. A água da chuva começa a alagar determinados pontos da Estrada Cornelsen, dificultando a passagem de veículos pequenos.

O tempo continua instável e em um panorama geral, a região central já começa a se livrar dos alagamentos, mas enquanto isso os moradores da Barra do Saí e do Samambaial não sabem até quando a água do Rio Saí Mirim vai subir, visto que durante o dia, o rio transbordou e passou a alagar as casas. Segundo a previsão do Corpo de Bombeiros, a água deve continuar subindo até a meia noite deste domingo.

 

Nas imagens, fotos enviada pela leitora Janayna Gomes, extraídas no Pontal.

 

Em breve, mais informações.

 

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar