Livro “Memórias Históricas de Itapoá e Garuva” é lançado nessa sexta-feira (24) Imprimir E-mail
Cultura
Sáb, 24 de Novembro de 2012 18:45

Lançamento do livro Memórias Históricas de Itapoá e Garuva;Contando com a presença de diversas autoridades itapoaenses e garuvenses, e cerca de 150 convidados, foi lançado, nessa sexta-feira (24), o livro “Memórias Históricas de Itapoá e Garuva”, de autoria do professor e economista Vitorino Luiz Paese. O evento de lançamento ocorreu nas dependências do Hotel e Restaurante Pérola.

Segundo os organizadores da solenidade, o lançamento do livro, que resgata a história dos dois municípios contemplados, marca um momento histórico para ambas as cidades. O impresso vem acompanhado de um inédito documentário em DVD, de 1958, que apresenta imagens da conclusão da primeira estrada (a Serrinha), a qual definitivamente ligou Itapoá, por via rodoviária, às demais localidades do País, fomentando o desenvolvimento.

Mário Elói Tavares, prefeito de Itapoá, foi quem abriu os trabalhos da mesa do evento, que contou ainda com a presença do prefeito de Garuva, João Romão; do presidente da Câmara de Vereadores de Itapoá, Daniel Silvano Weber (PMDB); do superintendente do Porto Itapoá, Patrício Júnior; de alguns membros da Academia de Cultura de Curitiba (Accur); e de representantes dos prefeitos recém-eleitos das c idades de Itapoá (Sérgio Aguiar-PMDB) e Garuva (Zé Chaves-PSD), além do próprio Vitorino Paese, autor da obra.

O atual prefeito de Itapoá comentou que o lançamento do livro é um sonho que se realiza e registrou a presença de vários acadêmicos de cultura, tanto de Santa Catarina, quanto do Paraná.

Vitorino Luiz Paese fez inúmeros agradecimentos, entre eles, agradeceu a Deus, a todos os presentes, a sua esposa, familiares, amigos, autoridades e aos desbravadores de Itapoá e Garuva.

Sobre o livro, ele adiantou que o mesmo conta a história dos dois municípios, focando principalmente a abertura da Serrinha e a vital importância que ela teve. Ele aproveita para citar ainda os emancipadores de Garuva (Dórico Paese) e de Itapoá (Ademar Ribas do Vale). Ele comenta também que o povo das duas cidades teve fundamental importância para a conclusão das obras da Serrinha. Inclusive, citou algumas das pessoas individualmente e, algumas delas, inclusive, presentes no evento de lançamento do livro. Por fim, o autor pediu as bênçãos de Deus a todos.

O encerramento do evento foi realizado pelo prefeito de Garuva, João Romão (PP), o qual lembrou citou o aniversário de seu Município, comemorado em 20 de dezembro, dizendo que o livro é um presente de antecipado.

Sobre o livro, o que o Diário de Itapoá pode antecipar, é que o mesmo traz um valioso acervo histórico de Itapoá e Garuva. A se destacar, a origem dos nomes das duas cidades. Ambas os tem originados pelos índios carijós da nação tupi guarani, os quais foram os primeiros habitantes dessas terras. “Garuva” é em função da grande quantidade de árvores e “Itapoá” que significa “pedra que ressurge”. Há, ainda, inúmeras fotos e imagens dos documentos históricos das duas cidades desde o final dos anos 50. Também há fotos de muitos dos prefeitos das duas cidades, citando todas as gestões, inclusive com os nomes de todos os vereadores que passaram pelas câmaras desses municípios.

Já o DVD que acompanha o livro, conta com 13 minutos de diversas filmagens datadas do ano de 1958.


O Diário de Itapoá divide da mesma opinião contida no prefácio do livro, escrito por João Darcy Ruggeri, "a presente obra literária, que sabiamente perpetua histórias e estórias das duas prósperas comunidades litorâneas, ITAPOÁ e GARUVA, deve ser livro de cabeceira para aqueles que sabem que 'povo sem história é povo que não existe'".



Do Diário de Itapoá, com a colaboração de Geisiane Caldeira/DI e fotos de Ricardo Brauer.



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar