Conheça a Associação dos Artesãos "Pedra que surge" Imprimir E-mail
Cultura
Sáb, 20 de Junho de 2009 15:20

Dia 18 deste mês, depois de muitas assembleias realizadas e estatuto definido, foi oficialmente registrada a Associação de Artesãos “Pedra que Surge”, que veio para atender a um anseio antigo de vários artesãos, moradores de Itapoá, os quais tinham o desejo de unir forças para melhor divulgarem seus trabalhos.


Segundo uma das conselheiras da associação, a Sra. Rosemeire Soares Munhoz da Rocha, a qual é professora de artesanato, pintura em gesso, decoupage, modelagem em biscuit e trabalha com patchwork, os 30 associados lidam com uma grande diversidade de artesanato, os quais fabricam desde pequenas peças em conchas e trabalhos em madeira, até obras de tecelagem, patchwork, pinturas em telas, mosaicos, etc.

A “Pedra que Surge” tem a seguinte formação:

Presidente: Damaris Ribeiro Menegazzo;
Vice-presidente: Bernadete Lingosk;
1º Secretário: Cintia Beatriz Machado Pereira;
2º Secretário: Ana Paula de Oliveira;
1º Tesoureiro: Lucimar Aparecida Machado Piva;
2° Tesoureiro: Hélio Antonio Leczmann;
Conselheiros: Rosemeire Soares Munhoz da Rocha, Maria Margarete da Silva Reinert, Camila Sampaio de Oliveira, Maria Ines Martins de Souza e Kely Helise Peppe.

Um detalhe importante que foi decidido e está registrado em ata é que a associação não receberá mais associados até junho de 2009. Essa atitude foi tomada para que os artesãos filiados possam trabalhar de forma a promover a integração entre os mesmos.

Com relação aos cursos ministrados pelo SEBRAE, patrocinados pela Prefeitura Municipal, Rose disse que o curso trouxe mais ânimo e muitas respostas às indagações dos artesãos itapoaenses: “só posso dizer que foi e está sendo uma maravilha, pois ainda temos o evento até o fim de junho. O SEBRAE trouxe luz pra os pequenos artesãos no âmbito de empreendedorismo e associativismo”. Rose ainda mencionou o apoio indispensável que o Departamento de Cultura da Prefeitura tem dado aos artesãos: “contamos muito com o apoio da Diretora de Cultura, a Sra. Marli Zambonim, que sempre está junto com os artesãos, fazendo o que lhe é possível”.

Pelo fato de que a associação foi recém registrada, ela ainda não realizou nenhum evento próprio. Entretanto, a associação tem o projeto de locar uma casa para exposição e venda dos produtos produzidos pelos seus membros, antes do início da temporada, e dar continuidade durante o ano todo. “Acredito muito que, com o apoio da comunidade e com a luta de todos os artesãos associados, faremos a diferença em nosso Município”, concluiu.

As imagens foram gentilmente cedidas pelas artesãs Rosemeire Soares Munhoz da Rocha e por Cintia Beatriz Machado Pereira.

Veja as fotos de alguns trabalhos realizados:

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar