Projeto de universitária itapoaense tem o objetivo de resgatar a cultura da região do Pontal Imprimir E-mail
Cultura
Dom, 14 de Junho de 2009 23:55

A partir de um projeto que surgiu como complemento para apresentação de monografia do Curso de Tecnólogo em Desenvolvimento Regional na UNIVILLE (Universidade da Região de Joinville), a universitária Joselene Gonçalves do Nascimento Cunha objetivou resgatar e salvaguardar as práticas culturais dos bairros Figueira do Pontal e Pontal do Norte.


O nome do projeto é “Cultura popular e memória nas comunidades de Figueira do Pontal e Pontal do Norte, em Itapoá: um patrimônio a preservar” e levou cinco meses para ser confeccionado. Nesse meio tempo, foram feitas muitas pesquisas teóricas (bibliográficas) e pesquisas de campo (entrevistas). O tema foi escolhido, levando em consideração que Joselene faz parte da comunidade do Pontal do Norte, onde vivenciou muitas das manifestações culturais citadas em seu projeto. “Como munícipe, vejo que atualmente estamos vivendo a identidade de outros povos”, diz a universitária.

No projeto, Joselene mostra práticas culturais que ainda existem nesses bairros, tais como “Fandango Chimarrita” adulto e mirim, “Cantigas de Reis”, “Festa em louvor à Nossa Senhora Aparecida” e “Festa em louvor ao Senhor Bom Jesus”, bem como algumas manifestações que estavam se perdendo no tempo, tais como “As Pastorinhas” e a “Dança de São Gonçalo”.

Sobre colocar o projeto em prática, Joselene acredita ser possível. “Gostaria que fosse feito através de um evento cultural anual, onde todas essas informações seriam repassadas à comunidade”, diz ela.

“Um povo sem cultura é um povo sem identidade”, de acordo com Joselene.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar