14 de março – Dia Nacional da Poesia Imprimir E-mail
Cultura
Qua, 14 de Março de 2012 00:00

Vento e Mar na Barra do Say, em Itapoá.O Dia Nacional da Poesia é comemorado nesta quarta-feira (14) em homenagem ao nascimento de Castro Alves, em 14 de março de 1847. Poeta do romantismo, ele foi um dos maiores nomes da poesia brasileira.

Para o escritor e poeta itapoaense Luiz Arthur Montes Ribeiro, a poesia é mais do que uma simples arte literária. “Ser poeta é expressar-se com todos os sentimentos existentes e fazer que o espectador receba-os de forma a efetivar uma profunda comunicação, ou seja, eu poeta percebo o mundo de uma forma, e quem lê meus poemas passa a fazer parte desse mundo”, considera.

Ele explica que o seu interesse pela poesia surgiu desde muito jovem. “Conforme a nossa professora da escola primária lia os poemas, viajávamos em nossa própria imaginação, despertando algo novo, que logo adiante passei a compreender. Era o mundo fantástico da escrita, da fala declamada e até onde tudo isso pode nos levar. Comecei a escrever aos sete anos de idade, descobrindo assim o mundo da poesia. Na infância, adolescência e juventude, a poesia me acompanhou, transformando o meu mundo literário”, conta Luiz Arthur.

A poesia deve ser mostrada, trabalhada e sentida nas escolas desde o maternal. Luiz vê no professor, uma figura essencial para que as pessoas percebam a existência da poesia desde cedo. “A poesia deve fazer parte de nossas vidas. Aprenderemos, assim, a perceber tudo o que nos rodeia, enquanto sentimentos, emoções e o viver no dia a dia” conclui.


VENTO E MAR
(Luiz Arthur Montes Ribeiro)


Ah, este vento e este mar:
me alucinam,
me enchem de prazer

Sob esta paisagem quero te amar
te beijar
te possuir para sempre,
porque assim, o Vento e o Mar dialogarão sobre o nosso eterno amor

Vem prá cá, vem viver comigo
te amo muito, e quero que este Vento e este Mar sejam nossas testemunhas

Vem, vem sentir o aroma que este Vento traz
vem, vem sentir o brilho das ondas deste Mar
vem, vem porque te desejo muito.

Barra do Say (Itapoá/SC), março de 2010


Luiz Arthur Montes Ribeiro possui sete livros publicados entre os temas poesia, educação e técnicos. Além disso, tem participado de várias antologias. É conhecido por escrever poesias existencialistas, nas quais discute, com o espectador, a natureza e o amor em todos os sentidos. Ele mora em Itapoá e, frequentemente, promove em seu espaço, o “Todo da Literatura” (anexo ao Bistrô das Artes Barra do Say), encontros com poetas e escritores. Graduado em Letras Português/Inglês pela Universidade Tuiti do Paraná, Luiz Arthur é Mestre em Educação pela PUC/PR (Pontifícia Universidade Católica do Paraná); Presidente da Academia de Letras do Brasil para Santa Catarina Municipal de Itapoá; e Cônsul de Itapoá para a Associação Internacional Poetas Del Mundo.

Conheça mais de seu trabalho no blog luizarthurarteegastronomia.blogspot.com .


Da Assessoria de Imprensa do Bistrô das Artes Barra do Say. Fotografias: Josnei Rosa.



 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar