Pescador morre afogado ao tentar sair na boca da Barra Imprimir E-mail
Bombeiros
Qua, 05 de Janeiro de 2011 12:31

O pescador João Fernando Leonardi Júnior, seu colega Eder de Souza Alves e um terceiro pescador conhecido como Régis, saiam ao mar pela boca da Barra, em Itapoá, na madrugada desta quarta-feira (05), quando a canoa que eles conduziam foi atingida por uma forte onda, que veio a virar a embarcação (até o momento da edição desta matéria, a canoa não havia sido localizada). Na ocasião, o jovem João Fernando faleceu, vítima de afogamento. Éder, que teve ferimentos leves, passa bem e Régis, não sofreu ferimentos.

Uma provável causa para essa fatalidade, é o assoreamento do rio Saí Mirim, que torna a saída e entrada pela boca da Barra, um perigo constante. Integrantes da equipe do Diário de Itapoá tiveram a oportunidade, em meados do ano passado (2010), de acompanhar um pescador nesse trecho e pode testemunhar a dificuldade enfrentada pelos pescadores daquela região rotineiramente.

Há exatos oito meses, em 5 de maio de 2010, depois de um longo processo burocrático, a Fatma (Fundação do Meio Ambiente de Santa Catarina) emitiu a Licença Ambiental n° 24/2010, autorizando o poder público a realizar o desassoreamento do rio Saí Mirim. O problema é que o tempo passou e a situação só piorou. Várias foram as embarcações quebradas pela força das ondas, potencializada nos locais mais rasos, devido ao assoreamento. A licença ambiental tem validade de 12 meses, faltando apenas quatro para que perca seu efeito.


Segundo informações de alguns amigos da vítima, que está sendo velada na Barra do Saí, a família entrou em contato com a Prefeitura, solicitando que o poder público custeasse as despesas funerárias, mas tal custeio foi negado. O Poder Executivo Municipal alega que para tal custeio, o corpo deveria ser velado na capela mortuária de Itapema do Norte, com a qual a Prefeitura mantém convênio.

 

Adicionar comentário

Política de Comentários DI

Ao efetivar um comentário, o internauta concorda com a nossa política de moderação.


Código de segurança
Atualizar